*
 
 

Exonerado após ter dito “fora, Temer”, ao vivodurante uma entrevista, o ex-diretor-adjunto do Jardim Zoológico de Brasília Érico Grassi anunciou, em vídeo publicado no Facebook nessa terça-feira (10/7), que irá disputar uma vaga na Câmara Legislativa do Distrito Federal (CLDF) pelo Partido dos Trabalhadores (PT).

Em 2014, Grassi foi candidato a deputado distrital pelo partido do ex-chefe, o governador Rodrigo Rollemberg (PSB), e teve cerca de 1.800 votos.

Confira o vídeo divulgado por Érico Grassi nesaa terça-feira (10):

Em julho de 2017, o pré-candidato aproveitou um evento institucional do Zoo para manifestar sua posição política. Na entrada ao vivo para falar sobre a colônia de férias do órgão, ele disparou: “Bom dia. Primeiramente, fora, Temer, que não está dando mais, né?”. Só depois deu detalhes da programação para as crianças no Zoológico de Brasília. Grossi foi exonerado no mesmo dia por Rollemberg.

Ao confirmar o desligamento, a assessoria de imprensa do GDF informou que o governador conversou com o diretor-adjunto do Zoo por telefone e explicou que a entrevista era concedida com Grassi na condição de agente público, devendo, portanto, evitar manifestar-se politicamente.

Veja a entrevista que provocou a demissão:



 


Rodrigo RollembergptJardim Zoológicopré-candidato