DF receberá verba federal para a compra de “patrulhas mecanizadas”

Ministério da Agricultura vai liberar R$ 1 milhão para a aquisição de equipamentos como retroescavadeiras para as administrações regionais

DivulgaçãoDivulgação

atualizado 01/11/2018 22:00

O Ministério da Agricultura vai liberar R$ 1 milhão, viabilizados por emendas federais, para o Distrito Federal comprar cinco “patrulhas mecanizadas” (como retroescavadeiras), que serão destinadas às administrações regionais do Distrito Federal. A ideia é que os equipamentos sejam adquiridos no primeiro quadrimestre de 2019 e usados para obras nas cidades da capital.

A verba foi assegurada em reunião do futuro secretário de Fazenda do Distrito Federal, André Clemente, e a deputada federal eleita Celina Leão (PP) com o ministro interino da Agricultura, Eumar Novacki, nesta quinta-feira (1°/11). O encontro ocorreu a pedido do governador eleito, Ibaneis Rocha (MDB).

Além da ajuda do governo federal, mais recursos devem vir de emendas parlamentares. De acordo com Clemente, o deputado federal Roney Nemer (PP) se comprometeu a apresentar projeto para a compras de outras cinco patrulhas mecanizadas. Os recursos também seriam de R$ 1 milhão.

SOBRE OS AUTORES
Gabriella Furquim

Formada em jornalismo pela Universidade de Brasília (UnB), com experiência em redação, assessoria de imprensa e gestão de comunicação. Atua na área desde 2009. Integrou as equipes de reportagem e edição dos jornais Correio Braziliense e Aqui DF. Em 2014, coordenou a comunicação da Associação Nacional dos Centros de Defesa da Criança e do Adolescente, Seção Defence for Children Brasil (Anced/ DCI Brasil), e do projeto internacional Red de Coaliciones Sur. De 2015 a 2017, foi assessora de imprensa do governador de Brasília, Rodrigo Rollemberg.

Caio Barbieri

Cursou jornalismo no Centro Universitário de Brasília (UniCeub). Passou pelas redações do Correio Braziliense, Agência Brasil, Rádio Nacional e foi editor-adjunto da Tribuna do Brasil. Ocupou a assessoria especial no Ministério da Transparência e foi secretário-adjunto de Comunicação do GDF. Chefiou o relacionamento com a imprensa na Casa Civil, Vice-Governadoria, Secretaria de Habitação e na Secretaria de Turismo do DF. Fez consultoria para vários partidos, entidades sindicais e políticos da Câmara Legislativa e do Congresso Nacional. Assina a coluna Janela Indiscreta do Metrópoles e cobre os bastidores do poder em Brasília.

Últimas notícias