">
*
 
 

Uma semana após desistir da licença do mandato devido ao escândalo envolvendo o suplente, Cristovam Buarque (PPS) reuniu-se com dirigentes partidários para discutir as eleições de 2018. Em almoço organizado pelo senador nesta segunda-feira (27/11), PDT, PRB, PSD, PSC e PHS ensaiaram uma aliança para o ano que vem.

As conversas estão em fase inicial, sem definição de quem será candidato ao quê. “Somente mais para frente é que vamos definir os nomes”, disse Cristovam. O parlamentar, no entanto, estuda disputar a Presidência da República ou tentar a reeleição ao cargo de senador.

Apesar de estar costurando alianças partidárias para 2018, Cristovam Buarque não convidou o presidente regional de seu próprio partido, como declarou Chico Andrade. “O senador Cristovam tem todo o direito de conversar com quem quiser e até trabalhar alianças. Mas não foi um movimento partidário”, disse.

No dia 20/11, o senador desistiu de deixar o cargo após o suplente, Wilmar Lacerda (PT), ser acusado de comprar sexo de uma adolescente de 17 anos com lanches.



ppsCristovam Buarque
 


COMENTE

Ler mais do blog