*
 
 

Acaba antes das eleições de outubro os mandatos dos presidentes do PRB-DF, Wanderley Tavares, e do PTB-DF, Alírio Neto, à frente das respectivas legendas. De acordo com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), a comissão provisória do PRB tem duração até 2 de agosto e a do PTB, até o dia 6 do mesmo mês.

Envolvidos na disputa ao Palácio do Buriti, os dois pré-candidatos pretendem continuar no comando dos respectivos partidos neste ano eleitoral. Wanderley Tavares, que hoje está na terceira via, grupo de seis partidos liderado pelo senador Cristovam Buarque (PPS) e por enquanto apoiando Izalci Lucas (PSDB) como cabeça de chapa, espera ser reconduzido pela Executiva nacional do PRB.

Não tem eleição. Estão providenciando a renovação do diretório, comigo como presidente de novo”, afirmou ele, que é tanto cotado para ser vice na chapa quanto candidato a governador, caso a aliança não se mantenha

Por outro lado, Alírio Neto (foto em destaque) garante que haverá disputa interna no PTB antes das eleições gerais. Segundo o parceiro da ex-distrital Eliana Pedrosa (Pros), anunciado como vice da chapa dela, o mandato no comando de sua legenda só acabaria depois do pleito de outubro, de acordo com o estatuto da legenda. “Independentemente disso, devemos fazer a convenção o mais rápido possível”, declarou.

Outros quatro partidos estão na mesma situação. Avante, DC, Patriota e Pros precisam definir se fazem eleições ou se a Executiva nacional intervém novamente e mantém as comissões provisórias. As direções atuais do MDB, PMB, Podemos e PTC encerram ainda em outubro, de acordo com dados do TSE.

Segundo o artigo 2 da Resolução nº 23.548 da Corte, só pode participar do pleito de outubro o partido com órgão de direção constituído e registrado até as convenções, que devem ocorrer entre 20 de julho e 5 de agosto.



 


eleições 2018Alírio NetoprbptbWanderley Tavares