Veja os pontos altos do segundo dia de haute couture em Paris

Desfiles desta terça-feira (22/01) trouxeram grandes volumes, laços, brilho e muitas texturas

atualizado 22/01/2019 22:24

Pascal Le Segretain/Getty Images

As fashionistas que estão em Paris para acompanhar a Semana de Alta-Costura não se acanharam diante a nevasca que caiu na capital francesa durante a tarde desta terça-feira (22/01) e compareceram em peso aos desfiles das maisons Chanel, Alexis Mabille, Stéphane Rolland, Julien Fournié, Alexandre Vauthier, Giorgio Armani Privé e Givenchy.

Com peças exuberantes e cheias de design, as grifes não decepcionaram e fizeram cada batida de queixo valer a pena. Confira quais foram os highlights do segundo dia da edição de primavera-verão do evento mais exclusivo do universo fashion!

Vem comigo!


Alexandre Vauthier
A passarela de Alexandre Vauthier é sempre sinônimo de sofisticação com um toque de sensualidade. Não é à toa que os looks criados pelo estilista francês sempre estão nos red carpets de grandes eventos. Para o primeiro desfile de 2019, o designer manteve o DNA da maison com uma boa parcela de modernidade.

Na coleção de alta-costura de outono/inverno 2018/2019, o estilista já havia investido em laços e decotes profundos. Agora, para a primavera/verão 2019, Vauthier repetiu a dose, mas com mais volume, alfaiataria moderna e até animal print.

Na cartela de cores, tons sóbrios como preto, branco, cinza e bege. Destaque para os detalhes com paetês e produções com tule. A elegância foi garantida com plissados, tecidos transpassados e simetria.

No geral, os calçados apareceram com bicos finos, tanto em sapatos com tiras finas que contornavam o tornozelo, como em botas que pareciam meias compridas. Algumas combinações foram feitas com sandálias de salto.

As modelos entraram na apresentação com penteados simples: basicamente cabelos soltos divididos ao meio. Também houve espaço para tranças e cabeça raspada. Para completar o visual, algumas desfilaram de óculos de sol, o que garantiu uma pegada blasé.

A plateia reuniu celebridades e fashionistas. Entre os convidados, Celine Dion, Sylvie Meis, Chiara Ferragni e Cecile Cassel.

Peter White/Getty Images
Mix de babados e decote profundo

 

Peter White/Getty Images
Vauthier abusou dos tons sóbrios

 

Peter White/Getty Images
Casaco felpudo trouxe uma vibe rebuscada

 

Peter White/Getty Images
Com corte reto, o vestido preto ganha o detalhe de laço

 

Peter White/Getty Images
O mix de texturas é harmonioso

 

Peter White/Getty Images
Look high comfy com pegada modesta e chique

 

Peter White/Getty Images
O animal print deixou a passarela mais descontraída

 

Peter White/Getty Images
Aqui, o laço aparece no busto

 

Peter White/Getty Images
Mangas bufantes mescladas à delicadeza do tom

 

Peter White/Getty Images
Os óculos de sol levaram uma pegada blasé para a passarela

 

Peter White/Getty Images
O colete deixa o visual acinturado

 

Peter White/Getty Images
Look forte: decote profundo e muito brilho

 

Peter White/Getty Images
O tecido transpassado garante leveza e elegância

 

Peter White/Getty Images
O plissado foi usado em tonalidade cintilante

 

Peter White/Getty Images
O estilista apostou em um efeito tridimensional com recortes sobrepostos

 

Peter White/Getty Images
A gola alta garante seriedade com sofisticação

 

Getty Images
O laço também apareceu como acessório de cabeça

 

Peter White/Getty Images
Leopard print com decote profundo: sexy e cool

 

Giorgio Armani Privé
A casa italiana apresentou uma coleção repleta de informações visuais: seja nas texturas, nas estampas ou no brilho dos tecidos. Giorgio Armani apostou no decorativismo e nos tons eletrizantes de vermelho e azul, que predominam no novo trabalho.

A força, a sensualidade e a sofisticação trazem inspiração do filme O Conformista (1970), de Bernardo Bertolucci — especialmente nas peças de alfaiataria.

Uma influência oriental surge em estampas de cerejeira e quimonos. Franjas, saias plissadas e mangas boca de sino movimentam as peças. Enquanto isso, vestidos acinturados desenham a silhueta e acrescentam feminilidade.

Ao fim do desfile, os looks ganharam um pouco mais de sobriedade com o preto. A noiva repleta de branco, coberta por um véu da cabeça aos pés, foi o contraste do esquema de cores.

O show aconteceu no Hôtel d’Evreux, na Place Vendôme, com presença de Celine Dion, Dakota Fanning, Amber Heard e Uma Thurman com a filha Maya Hawke.

Pascal Le Segretain/Getty Images
Terninho em tom de cinza

 

Pascal Le Segretain/Getty Images
Grafismos geométricos no blazer e detalhes em vermelho

 

Pascal Le Segretain/Getty Images
Estampa floral oriental no tom vibrante de vermelho

 

Pascal Le Segretain/Getty Images
Saia vermelha plissada com movimento

 

Pascal Le Segretain/Getty Images
Couro envernizado e brilhante

 

Pascal Le Segretain/Getty Images
Mangas boca de sino na parte superior

 

Pascal Le Segretain/Getty Images
Mais estampas orientais

 

Pascal Le Segretain/Getty Images
Aplicações e mais plissado entre os detalhes da coleção

 

Pascal Le Segretain/Getty Images
Franjas trazem movimento aos looks

 

Pascal Le Segretain/Getty Images
Estampas florais

 

Pascal Le Segretain/Getty Images
Visual com referências orientais

 

Pascal Le Segretain/Getty Images
Quimono estampado e vestido mais básico em off-white

 

Pascal Le Segretain/Getty Images
Tridimensionalidade em destaque neste vestido

 

Pascal Le Segretain/Getty Images
Diferentes camadas de franja em dois tons

 

Pascal Le Segretain/Getty Images
O preto injetou mais sobriedade nas criações

 

Pascal Le Segretain/Getty Images
Babados com detalhes

 

Pascal Le Segretain/Getty Images
Noiva de branco coberta por um véu

 

Givenchy
Depois de ganhar o prêmio de melhor estilista britânica no último Fashion Awards, Clare Waight Keller tinha a difícil missão de fazer jus ao título conquistado em dezembro do ano passado. E a designer não decepcionou. Com um show que gritou Givenchy do início ao fim, a diretora criativa da emblemática marca de luxo elevou o fetichismo característico da label a um novo nível.

Com uma pegada futurista, Keller usou texturas e volumes para fazer um desfile coeso e conceitual, sem perder a usabilidade. O local escolhido para o desfile não poderia ser melhor: o Museu de Arte Moderna de Paris. Temporariamente fechado para reformas, o recinto exibia paredes brancas, sem qualquer cor visível.

Era exatamente esse visual clean que a estilista buscava para seu novo trabalho. Depois da coleção Haute Couture da última temporada, exibida no cenário palaciano do Archives Nationales, Clare buscava um fundo limpo para seu desfile de primavera-verão. “Eu interpretei esse lugar como uma caixa completamente branca, com um piso super lacado e nenhum fio à mostra. Ele é perfeito para o contraste de cores e superfícies brilhantes que estou introduzindo nesta temporada”, comentou à Vogue.

Em parceria com Atsuko Kudo, designer famoso por suas criações de látex, a diretora da Givenchy mandou as modelos à passarela com leggings e saltos cintilantes, que contrastavam com as rendas estruturadas trabalhadas pela estilista.

O volume, uma das leis da alta-costura foi alcançado por meio de pepluns, camadas, plissados, plumas e grandes laços que se revelavam maxi-mochilas após o passar das modelos. Na cartela de cores, os tons neutros, que comandaram a nova coleção, foram intercalados por pontos de cor em looks monocromáticos.

Pascal Le Segretain/Getty Images
Show foi aberto com alfaiataria futurista

 

Pascal Le Segretain/Getty Images
Capa deu volume a este vestido minimalista

 

Pascal Le Segretain/Getty Images
Composição em renda

 

Pascal Le Segretain/Getty Images
Versão estruturada do tecido artesanal fez um bela silhueta

 

Pascal Le Segretain/Getty Images
Kaia Gerber usou mix de rendas

 

Pascal Le Segretain/Getty Images
Pontos de cor, como este vestido amarelo, quebraram a neutralidade da coleção

 

Pascal Le Segretain/Getty Images
Gola em penas e mangas bufantes

 

Pascal Le Segretain/Getty Images
Maxi-mochila em formato de laço

 

Pascal Le Segretain/Getty Images
Látex contrasta com tecido fluido da saia

 

Pascal Le Segretain/Getty Images
Fetichismo futurista que definiu o novo trabalho de Clare

 

Pascal Le Segretain/Getty Images
Muito volume, mas tudo muito usável

 

Pascal Le Segretain/Getty Images
Outro ponto de cor, dessa vez em azul

 

Pascal Le Segretain/Getty Images
Patchwork de transparência com plissado de seda

 

Pascal Le Segretain/Getty Images
Plissado estruturado deu forma à esta blusa

 

Pascal Le Segretain/Getty Images
Decote característico da Givenchy

 

Pascal Le Segretain/Getty Images
Plumas e tecido fluido em look bem leve

 

Para outras dicas e novidades sobre o mundo da moda, não deixe de visitar o meu Instagram. Até a próxima!

Colaboraram Danillo Costa, Hebert Madeira e Rebeca Ligabue

Últimas notícias