Naomi Campbell faz 50 anos! Confira 10 curiosidades sobre a supermodelo

Ícone da moda, pioneira e polêmica, a "neta honorária" de Nelson Mandela tem um ritual de limpeza curioso e já viveu casos com brasileiros

Naomi Campbell no desfile de alta-costura primavera/verão 2019 da ValentinoPascal Le Segretain/Getty Images

atualizado 22/05/2020 9:21

Naomi Campbell marcou a geração de supermodelos dos anos 1990 e segue como um dos maiores ícones da moda mundial. Nesta sexta-feira (22/05), a top model completa 50 anos. Nas últimas três décadas, ela protagonizou grandes feitos e também algumas polêmicas. Segura de si e dona de um temperamento marcante, a britânica é empresária, ativista, editora contribuinte da Vogue UK e fundadora da ONG Fashion For Relief.

Os atributos de Naomi ultrapassam a barreira da moda. Por isso, a coluna selecionou 10 curiosidades sobre a aniversariante do dia. Vem comigo conferir!

1. Foi recrutada na adolescência

Considerada uma pioneira entre as modelos negras, Naomi Elena Campbell nasceu no dia 22 de maio de 1970, no sul de Londres. Seu primeiro contrato como modelo veio aos 15 anos, quando ela foi descoberta e recrutada pela agência Synchro. Desde então, a modelo foi capa de revista mais de 500 vezes e fez campanhas para grandes etiquetas do segmento de luxo.

Com 16 anos, ela substituiu uma colega na capa da revista Elle britânica de última hora, segundo o Business of Fashion. Nos primeiros anos de carreira, foi musa dos renomados designers Azzedine Alaïa e Gianni Versace. Atualmente, é agenciada por companhias diferentes em Nova York, Londres, Milão, Sydney e Paris.

Naomi Campbell na capa da revista Taxi em 1987
Naomi Campbell na capa da revista Taxi, em 1987. Nesta sexta-feira (22/05), a top model britânica completa 50 anos de vida!

 

A supermodelo foi descoberta aos 15 anos. Ao longo da carreira, foi musa de estilistas como Azzedine Alaïa, para quem desfilava na foto acima

 

Naomi Campbell e Gianni Versace
Outro designer que a teve como musa foi o italiano Gianni Versace

 

Ao longo da carreira, Naomi estrelou mais de 500 capas de revista e fez campanhas para marcas renomadas. A foto é da passarela de Vivienne Westwood, em 1994

 

2. Primeira modelo negra na capa da Vogue e a única entre as supermodelos

Naomi fez história quando foi a primeira modelo negra a aparecer na capa da Vogue Paris, em agosto de 1988. O estilista francês Yves Saint Laurent, amigo da top britânica, teria ameaçado parar de anunciar na revista se isso não ocorresse. Ela também foi a primeira garota negra na capa de um September Issue da Vogue norte-americana – a edição mais importante do ano -, além de ter sido a primeira modelo negra na capa da Vogue Rússia e da revista Time.

A britânica foi, ainda, a única modelo negra entre as famosas supermodelos dos anos 1990, as manequins mais bem pagas da indústria naquele período. O grupo ficou conhecido como “Big Six”: Naomi Campbell, Christy Turlington, Cindy Crawford, Claudia Schiffer, Kate Moss e Linda Evangelista.

Linda Evangelista, Christy Turlington e Naomi Campbell
Linda Evangelista, Christy Turlington e Naomi Campbell em 1994. Três das Big Six, como eram chamadas as supermodelos dos anos 1990

 

Naomi Campbell, Cindy Crawford, Kate Moss e Shalom Harlow em backstage de desfile
Naomi Campbell foi a única negra entre as supermodels. Na foto, de 1995, ela posa com Cindy Crawford, Kate Moss e Shalom Harlow

 

Naomi Campbell na capa da Vogue Paris
Naomi Campbell também foi a primeira modelo negra a aparecer na capa da Vogue Paris. A edição é de agosto de 1988

 

Naomi Campbell na capa da Vogue americana
Ela também foi a primeira top negra a estampar a capa de um September Issue da Vogue americana, em 1989. Tradicionalmente, a edição é a mais emblemática do ano

 

3. Não liga para a fama

Por falar em supermodelos, Naomi revelou em uma entrevista à revista Grazia que ela e suas colegas da década de 1990 nunca tiveram a meta de serem famosas. “Nunca pensamos na palavra ‘celebridade’. Continuamos trabalhando pela criatividade e pelo prestígio. Era uma indústria menor”, revelou. Ela conta que, naquela época, ficava chocada com o interesse das pessoas em detalhes aleatórios sobre sua vida. Certa vez, ela deu de cara com uma reportagem de jornal sobre o que ela havia comido no café da manhã.

Christy Turlington, Naomi Campbell e Kate Moss
Christy Turlington, Naomi Campbell e Kate Moss. Segundo Naomi, as supermodelos não estavam preocupadas em serem celebridades

 

Elle Macpherson, Naomi Campbell e Claudia Schiffer
“Continuamos trabalhando pela criatividade e pelo prestígio”, disse a britânica à revista Grazia. Clique de Elle MacPherson, Naomi Campbell e Claudia Schiffer

 

Naomi Campbell e Linda Evangelista, em capa de 1995

 

Hoje, Naomi parece aproveitar a fama para atuar em projetos nos quais acredita

 

4. Caiu na passarela em 1993

Durante um desfile de Vivienne Westwood, em 1993, Naomi não conseguiu se equilibrar nos saltos enormes do par de sapatos e caiu no meio da passarela. Felizmente, ela encarou o momento com bom humor e riu, antes de se levantar para retomar o catwalk.

Vinte anos depois, ela fez as pazes com o velho par de sapatos no programa The Jonathan Ross Show, e andou (quase) perfeitamente com eles! Recentemente, a top relembrou o ocorrido com um post no Instagram, citando Nelson Mandela: “Não me julgue pelos meus sucessos, me julgue por quantas vezes eu caí e me levantei de novo”. As polêmicas plataformas gigantes foram expostas em Londres, no museu Victoria & Albert.

Naomi Campbell cai na passarela
Em 1993, Naomi caiu durante desfile para a estilista Vivienne Westwood. A cena ficou marcada pela reação espontânea da modelo, que levou a situação com bom humor

 

O modelo em couro azul ficou conhecido pela queda

 

Naomi Campbell em programa com o sapato vivienne westwood 2013
Vinte anos depois, ela desfilou (quase) perfeitamente com o par de sapatos, durante uma participação no programa The Jonathan Ross Show. Em dois momentos, ela chegou a se desequilibrar levemente

 

Rainha Elizabeth II no museu Victoria & Albert vendo o sapato Vivienne Westwood que derrubou Naomi Campbell em 1993
Rainha Elizabeth II observando o par de sapatos em exposição do museu londrino Victoria & Albert, em 1999

 

5. Tem passagens pela música, literatura, atuação e faz caridade

Além das passarelas, o talento de Naomi já “passeou” por várias vertentes artísticas, especialmente nos anos 1990. Naquela década, ela se aventurou na literatura com o lançamento do livro Swan, um suspense sobre modelos escrito com ajuda de uma ghostwriter. A obra chegou às prateleiras em setembro de 1994. Um mês depois, Naomi lançou seu primeiro (e único) álbum musical, intitulado Babywoman. A carreira musical parou por ali, mas o disco chegou a vender 1 milhão de cópias e fez sucesso no Japão.

Como atriz, Naomi fez pontas em filmes, séries e em videoclipes de artistas como Michael Jackson e Madonna. Inclusive, sua primeira aparição pública foi no clipe Is This Love, de Bob Marley, em 1978. Outro lado muito aflorado em Naomi é a caridade. Ela apoiou várias causas importantes ao longo da trajetória, incluindo projetos sociais em prol de vítimas de desastres naturais, e tem a própria ONG.

Naomi Campbell no lançamento do livro Swan, en 1994
Naomi Campbell no lançamento do romance Swan, em 1994. No universo dos livros, ela também lançou um título com fotos da própria carreira

 

Capa do primeiro e único álbum musical lançado por Naomi Campbell: Babywoman, de 1994

 

Trecho de sua participação na série Um Maluco no Pedaço, da NBC

 

Este é um trecho do videoclipe Erotica, de Madonna. Naomi participou de alguns vídeos musicais ao longo da carreira

 

6. Protagonizou polêmicas por comportamento agressivo

Um detalhe não muito lisonjeiro pelo qual Naomi também ficou conhecida é seu temperamento agressivo. No ano de 2000, ela atacou uma assistente pessoal durante um trabalho no Canadá. Cinco anos mais tarde, agrediu a atriz italiana Yvonne Sciò, supostamente motivada por conflitos profissionais, além de outras confusões noticiadas por tabloides.

Em duas ocasiões, Naomi chegou a ser presa. A primeira delas foi em março de 2006, quando ela arremessou um celular em uma empregada durante uma discussão, em Nova York. A assessoria da modelo chegou a negar, mas ela admitiu a agressão durante uma audiência em 2007. Entretanto, parece não ter aprendido a lição: no ano seguinte, voltou a protagonizar um barraco quando bateu e cuspiu em um policial.

Naomi Campbell e Yvonne Scio
Naomi Campbell também é conhecida pela personalidade agressiva e já se meteu em várias confusões. Em 2005, atacou a atriz italiana Yvonne Sciò (foto)

 

Naomi Campbell após ser presa em 2006
Clique da top model em Nova York em 2006, após ser presa por agredir uma empregada com um telefone celular. A então funcionária sofreu um corte na cabeça

 

Naomi Campbell após ser presa em 2008
Nesta foto, de 2008, ela deixava o aeroporto Heathrow após agredir um policial antes de embarcar em um voo

 

Tyra Banks e Naomi Campbell
A colega Tyra Banks diz que Naomi a agrediu verbalmente e tentou sabotar sua carreira no passado. Em 2005, elas fizeram as pazes

 

7. Higieniza todas as poltronas dos aviões antes de viajar

Naomi está sempre equipada para higienizar os assentos dos aviões quando viaja. Em um vídeo de 2019, a musa britânica revelou o ritual de limpeza que sempre faz ao embarcar. Como ela voa bastante e adora viajar, imagine quantas vezes isso se repete por semana!

Antes de começar o ritual, ela coloca luvas. Em seguida, passa um lenço em todas as superfícies que pode tocar com o corpo ou as mãos durante o voo. Depois, cobre o assento com uma capa colorida, que é lavada à mão no hotel. Ela finaliza a rotina com uma máscara de rosto, para protegê-la de espirros e tosses dos outros passageiros.

Naomi Campbell
Naomi posa com o kit de limpeza que usa para higienizar o assento do avião, sempre que vai viajar (ou seja, várias vezes por mês)

 

Naomi Campbell limpando a poltrona do avião
Depois de passar um lenço em todas as superfícies que pode tocar, com ajuda de uma luva, ela cobre a poltrona com uma capa colorida, que é lavada à mão no hotel

 

Naomi Campbell de máscara em viagem de avião
Durante o voo, ela usa uma máscara para evitar o contato com gotículas de tosse e espirro dos outros passageiros

 

Naomi Campbell proteção coronavírus
Em tempos de coronavírus, o aerolook não poderia ser diferente! Repare só neste visual, de março deste ano

 

8. Foi batizada como “neta honorária” de Nelson Mandela

Naomi tinha uma relação especial com Nelson Mandela (1918-2013), ativista anti-apartheid e primeiro presidente negro da África do Sul. Ela o conheceu em 1994, quando foi ao país africano a trabalho, para ser jurada do Miss Mundo. Lá, foi apresentada ao líder rebelde, se aproximou dele, de sua família e conheceu toda a história do regime de segregação racial.

“Ele era maior que o sol, é assim que eu o descrevo”, disse ela à InStyle sobre o momento em que o conheceu. A partir de 1997, passou a atuar em causas do político voltadas para crianças africanas. Carinhosamente, Mandela a apelidou de “neta honorária” naquele ano e se tornou uma figura paterna para a supermodelo. Ela diz ter aprendido com ele a ser autêntica e compartilhar.

Falando em laços familiares, vale destacar que Campbell é o sobrenome de um padrasto de Naomi, segundo marido de sua mãe, a dançarina Valerie Morris, nascida na Jamaica. A top model nunca teve a oportunidade de conhecer o pai biológico, que deixou Valerie antes mesmo da futura modelo nascer, no quarto mês de gestação.

Naomi Campbell e Nelson Mandela
Naomi Campbell tinha uma relação especial com Nelson Mandela, que a chamava de “neta honorária”. Ela aprendeu várias coisas com o líder ativista e se envolveu em projetos humanitários dele

 

Naomi chegou a presentear Mandela com 50 camisas da Versace, e ele adorou!

 

Naomi não conheceu seu progenitor, que abandonou sua mãe, Valerie Morries, no quarto mês de gestação

 

Campbell é sobrenome do segundo marido da mãe de Naomi

 

9. Teve affair com dois brasileiros

Depois de várias visitas ao Brasil, a lista de relações amorosas de Naomi Campbell passou a ter dois brasileiros: o ator Sérgio Marone, com quem ela se relacionou durante três meses em 2005, e o empresário Marcus Elias.

Com Marone, o romance começou quando ela veio ao Brasil desfilar para a Portela, na Marquês de Sapucaí. O breve affair com Elias também teve início no Carnaval, quando se conheceram no Baile da Vogue, em 2008. Depois disso, o casal passou alguns dias na Bahia.

No showbiz internacional, a top model namorou o baixista Adam Clayton, da banda U2; o cantor Usher; o rapper Sean Combs; e o atleta Mike Tyson, além de vários outros nomes especulados ao longo de sua carreira. A vida amorosa da supermodelo voltou a ser assunto em 2019, quando ela teria namorado o cantor Liam Payne durante quatro meses.

Naomi Campbell desfilando para a Osklen no São Paulo Fashion Week em 2005
Naomi Campbell veio ao Brasil várias vezes, como nesta foto do São Paulo Fashion Week, em 2005. Entre essas vindas, ela viveu alguns romances. Um dos casos foi com o empresário Marcus Elias, em 2008

 

Sergio Marone
O ator Sérgio Marone teve um caso com Naomi em 2005, após conhecê-la no Carnaval

 

Naomi Campbell e Usher em 2004
Naomi Campbell teria namorado Usher em 2004

 

O suposto romance com Liam Payne, em 2019, foi muito comentado

 

10. Foi eleita Ícone Fashion nos EUA e no Reino Unido

Por dois anos consecutivos, Naomi foi reconhecida com o prêmio de Ícone Fashion por duas organizações importantes da moda. O Conselho de Designers de Moda da América, que programa a Semana de Moda de Nova York, agraciou a musa com o título no CFDA Fashion Awards 2018. Em anos anteriores, o prêmio foi entregue a personalidades como Beyoncé (2016) e Rihanna (2014).

Em 2019, foi a vez do Conselho de Moda Britânico reconhecer sua conterrânea no Fashion Awards. Emocionada, ela aproveitou a oportunidade para enfatizar que foi a primeira mulher negra eleita Fashion Icon pelo BFC. No discurso, destacou seus próprios ícones da moda, como Janet Jackson e Grace Jones, entre outros nomes. “Quero agradecer por terem aberto o caminho para mim, inspirando uma geração”, celebrou.

Naomi Campbell discursando no CFDA Fashion Awards 2018
Naomi recebeu o prêmio de Ícone Fashion pelo CFDA Fashion Awards em 2018

 

Naomi Campbell no tapete do CFDA Fashion Awards 2018
A homenagem já foi feita a personalidades como Beyoncé e Rihanna

 

Naomi Campbell no tapete vermelho do Fashion Awards 2019
No ano seguinte, outro prêmio. Dessa vez, pelo Conselho de Moda Britânico, que organiza a Semana de Moda de Londres

 

Naomi Campbell discursando no Fashion Awards 2019
No discurso, Naomi destacou que foi a primeira mulher negra a receber o título de Fashion Icon na premiação do BFC

 

As contribuições de Naomi para a moda estão longe de acabar. Em 2018, seu extenso currículo ganhou mais uma carreira: YouTuber. A top model tem usado a plataforma para fazer entrevistas durante o período de isolamento social. Recentemente, a britânica foi jurada no reality show Making the Cut. Esperamos vê-la mais e mais nos anos seguintes. Parabéns, Naomi Campbell!


Colaborou Hebert Madeira

Últimas notícias