*
 
 

Foi-se o tempo em que os desfiles só davam espaço para mulheres jovens, altas e magras. A diversidade vem ganhando a indústria da moda: cada vez mais aparecem diferentes tipos de corpos e estilos. Nesta temporada, primavera/verão 2019, algumas grifes apostaram em levar modelos mais velhas para as passarelas.

A iniciativa é válida para valorizar todas as mulheres e, ao mesmo tempo, celebrar trajetórias consolidadas.

Vem comigo conferir!

 

Balenciaga
A Balenciaga já havia anunciado seus planos de colocar uma mulher mais velha no desfile em Paris. Quando soube da intenção, uma agência de modelos de Estocolmo enviou imagens da stylist Ursula Wångander para a diretora de elenco Dora Diamant, por acreditar que Ursula era a pessoa ideal procurada pela grife. O estilista Demna Gvasalia gostou do perfil da sueca, de 52 anos, e a escolheu.

Na passarela convertida em túnel digital 360º, Ursula surgiu com um look all-black e sapato verde-neon. Ela explicou que precisou se manter focada para não se distrair com o cenário, composto de projeções por todas as partes e efeitos visuais. “Foi muito especial e tive de estar realmente concentrada”, comentou Ursula depois da apresentação. No entanto, não foi uma experiência nova para a consultora de estilo, que, a pedido de uma amiga estilista, começou a modelar nos anos 1980.

Getty Images

Ursula Wångander foi escolhida para a passarela da Balenciaga. A blusa assimétrica garante o charme do look

 

Reprodução/Instagram/@ursulawangander

Ursula Wångander em 1987

 

Versace
A modelo Shalom Harlow, que não desfilava desde 2012, foi escolhida para fechar a apresentação da Versace. A top usou um vestido longo preto com segunda camada e amarração lateral.

Sucesso nos anos 1990, ela participou de várias passarelas da grife italiana. No desfile de alta-costura de 1997, por exemplo, Shalom entrou de braços dados com Gianni Versace.

Getty Images

Shalom Harlow para Versace com vestido longo, sobreposição e amarração lateral

 

Getty Images

Shalom Harlow em 1992

 

Dolce & Gabbana
Carla Bruni, Monica Bellucci, Eva Herzigova e Marpessa Hennink já são nomes consagrados no mundo fashion. Para encerrar o Milão Fashion Week, a Dolce & Gabbana convidou as supermodelos para mostrar que, mesmo com o passar do tempo, elas ainda estão com tudo. Todas têm entre 45 e 55 anos de idade.

Desde os anos 1980, Marpessa, Monica e Eva são grandes estrelas da grife italiana. Ao longo da carreira, já desfilaram também para outras grifes renomadas, como Chanel, Versace, Valentino e Oscar de la Renta. Bellucci e Herzigova consolidaram-se ainda como atrizes. Já Carla Bruni, uma das modelos mais bem-pagas do mundo nos anos 1990, também é cantora.

Getty Imahes

Carla Bruni e Marpessa Hennink na passarela da Dolce & Gabbana

 

Getty Images

Marpessa Hennink em 1990

 

Getty Images

Carla Bruni em 1990

 

Getty Images

Eva Herzigova e Monica Bellucci na passarela da Dolce & Gabbana

 

Getty Images

Eva Herzigova em 1992

 

Getty Images

Monica Bellucci em 1996

 

Para outras dicas e novidades sobre o mundo da moda, não deixe de visitar o meu Instagram. Até a próxima!

Colaborou Rebeca Ligabue



 


modaCarla BruniversaceDolce & GabbanaBalenciagaUrsula WanganderShalom HarlowMarpessa HenninkEva Herzigova