Loja da Oscar de la Renta em Paris revela pintura do século 17

Durante reforma da nova butique na capital francesa, trabalhadores encontraram quadro escondido atrás de uma parede

Daniel SIMON/Gamma-Rapho via Getty ImagesDaniel SIMON/Gamma-Rapho via Getty Images

atualizado 23/01/2019 16:30

As paredes da nova loja da Oscar de la Renta em Paris revelaram uma bela surpresa no verão europeu do ano passado. Durante a reforma da butique, cuja inauguração estava prevista para esta semana, a equipe da obra encontrou uma pintura a óleo do século 17.

Surpresa, a arquiteta Nathalie Ryan ligou para o diretor-executivo da grife, Alex Bolen, que voou de Nova York até a capital francesa para conferir a novidade. O fato foi divulgado pelo jornal The New York Times.

Vem comigo saber os detalhes!


O quadro, de 3 m x 6 m, estava misteriosamente escondido atrás de uma parede do segundo andar. A arte, presa na estrutura, retrata um marquês e seus cavaleiros a caminho de Jerusalém.

Segundo a historiadora da arte Stephane Pinta, a obra é do ano de 1674, feita por Arnould de Vuez (1644–1720). Francês com descendência flamenca, De Vuez tinha uma estética inspirada no Renascimento italiano e nas cores dos artistas flamencos.

O artista trabalhou com Charles le Brun, conhecido como o primeiro pintor do rei Luís XIV, além de designer de interiores do Palácio de Versalhes.

A nova butique abrirá em um prédio na Rue de Marignan, na lateral diagonal da Avenida Montaigne. A descoberta da pintura aconteceu quando um dos trabalhadores encontrou algo “estranho” no teto: 29 painéis de madeira do século 17. Ao mexer um pouco mais, um pedaço da parede foi removido, revelando o quadro antigo.

O motivo para a obra estar escondida, no entanto, ninguém soube dizer. A suspeita é que isso teria acontecido para preservá-la durante a Segunda Guerra Mundial.

View this post on Instagram

Во время ремонта в парижском магазине Oscar de la Renta @oscardelarenta архитекторы обнаружили огромное масляное полотно 17 века. Картина размером три на шесть метров изображает французских придворных, въезжающих в город Иерусалим. Она была скрыта за деревянной панелью, которой были отделаны стены и потолок. Оказалось, что полотно было написано в 1674 году художником Арно де Вуэсом. Как полотно оказалось приклеенным к стене и почему было скрыто, пока неизвестно. Возможно, кто-то из жильцов хотел сохранить картину во время Второй Мировой войны. #cetre #celebrity #trend #news #art #history #oskardelarenta #paris

A post shared by Cetre’ (@cetre_insta) on

Remover a pintura da parede poderia danificá-la. Para evitar isso, Bolen entrou em um acordo com os proprietários do prédio e se comprometeu a restaurar o quadro se ele puder permanecer na loja.

Então, a marca resolveu adaptar o conceito da butique e incluir mobília de todos os períodos, para unir presente e passado. Além disso, haverá reforço da segurança.

A inauguração aconteceria nesta semana, para acompanhar o hype dos desfiles de alta-costura. No entanto, foi adiada para o fim da primavera europeia em razão das mudanças.

A grife americana tinha uma loja em Paris na década de 1990, mas a fechou em 2002, logo após Oscar de la Renta deixar o cargo de couturier da Balmain.

Reprodução/Instagram/@oscardelarenta
Detalhes do vestido by Oscar de la Renta

 

Reprodução/Instagram/@oscardelarenta
A grife Oscar de la Renta foi fundada pelo designer de mesmo nome em 1965, em Nova York

 

Reprodução/Instagram/@oscardelarenta
Modelos no desfile da coleção de primavera/verão 2019

 

Reprodução/Instagram/@oscardelarenta
Vestido com poá da coleção Resort 2019

 

Reprodução/Instagram/@oscardelarenta
Vestido coral da coleção pre-fall 2019

 

Para outras dicas e novidades sobre o mundo da moda, não deixe de visitar o meu Instagram. Até a próxima!

Colaborou Hebert Madeira

SOBRE O AUTOR
Ilca Maria Estevão

Bacharel em psicologia pela Universidade Georgetown, em Washington D.C. (EUA). É apaixonada por moda e acompanha toda movimentação no universo fashion.

Últimas notícias