*
 
 

No último domingo (2/12), vários famosos se reuniram em Joanesburgo para comemorar os 100 anos de Nelson Mandela, no festival Global Citizen Festival. A cantora Beyoncé foi uma das headliners do evento, ao lado do marido, Jay Z, e levou a On The Run II, a mais recente turnê do casal, à cidade sul-africana. A artista investiu em figurinos desenvolvidos especialmente para a ocasião.

Vem comigo!

 

Para o concerto em homenagem ao grande líder africano, a popstar encomendou seis roupas que destrincham algumas características do continente negro. A designer britânica Mary Katrantzou foi a responsável pelas peças mais simbólicas do show. O conjunto de body, capa e botas, todos bordados em paetês, traz os padrões gráficos da estilista na parte superior e um mapa com os 54 Estados da África na porção inferior.

Getty Images

Criação de Katrantzou traz mapa com os 54 Estados da África na parte inferior da capa

 

À Vogue UK, Katrantzou revelou que o objetivo da roupa era realçar a energia e a graça de Beyoncé no palco, celebrando a diversidade da África ao mesmo tempo. “Jenke Ahmed queria que o look fosse sobre a Mãe África e o empoderamento feminino. Primeiro, mapeamos o continente e, depois, criamos um padrão floral, impresso em uma base de lantejoulas e depois bordado à mão com cristais Swarovski.”

Além do conjunto, o macacão Atelier Versace com alfinetes de segurança também chamou atenção. Inspirado no icônico vestido usado por Elizabeth Hurley na estreia de Quatro Casamentos e um Funeral, em 1994, o visual foi desenvolvido em sintonia com a mais recente coleção pre-fall da grife italiana, desfilada em Nova York na mesma noite.

Getty Images

Jumpsuit da Versace foi desenvolvido em sintonia com coleção pre-fall da grife italiana

 

Idealizados por Zerina Akers e Jenke Ahmed Tailly, os looks da apresentação ainda trouxeram um minivestido do designer colombiano Esteban Cortázar. Segundo a mãe de Beyoncé, Tina Knowles, as 100 mil contas coloridas que formam a peça representam a população africana.

Getty Images

Vestido de Esteban Cortázar simboliza povo africano

 

A Balmain, que já havia trabalhado com Beyoncé no show do Coachella, também assinou um dos figurinos da apresentação. O conjunto P&B finalizado com um enorme colar trouxe muitas penas e hieroglifos estampados.

Getty Images

Look idealizado por Olivier Rousteing homenageia cultura egípcia

 

Para o momento mais calmo do show, a performer usou um vestido bastante estruturado assinado pela Ashi Studio e, ao final, retornou ao palco com Jay Z, usando uma volumosa capa acetinada.

Getty Images

Vestido da Ashi Studio

 

Getty Images

Cantora finalizou apresentação com look verde-esmeralda

 

Para outras dicas e novidades sobre o mundo da moda, não deixe de visitar o meu Instagram. Até a próxima!

Colaborou Danillo Costa



 


BeyoncéversacebalmainGlobal Citizen FestivalMary Katrantzou