Segurança barra secretário de Educação para protocolo sanitário. Gestor aprova

Leandro Cruz só pôde entrar em escola em Brazlândia após aferir temperatura e higienizar as mãos com álcool em gel

atualizado 15/08/2020 16:16

Secretario de educação Fotos: Mary Leal/Secretaria de Educação

O secretário de Educação, Leandro Cruz, foi barrado na entrada de uma escola pública em Brazlândia. Sem saber que estava diante do gestor, o responsável pela segurança da unidade pública de ensino exigiu que Cruz passasse pelo protocolo sanitário antes de entrar: aferição de temperatura e higienização das mãos com álcool em gel (foto em destaque).

A atitude do funcionário foi aprovada pelo secretário. “Em primeiro lugar, nosso compromisso é preservar vidas. Estou acompanhando diariamente a curva da pandemia. É isso que irá balizar nossas decisões. Tenho o painel de monitoramento no meu gabinete. Mas estamos nos preparando para o retorno [das aulas presenciais na rede pública] no fim deste mês”, disse o secretário ao Metrópoles.

Leandro Cruz, secretário de Educação, tem a temperatura aferida ao chegar na escola em Brazlândia

 

A visita à escola em Brazlândia faz parte das ações da pasta para preparar as unidades de ensino públicas do DF para o retorno das atividades presenciais. No próximo dia 31, voltam para as salas de aula estudantes da Educação de Jovens e Adultos (EJA) e os da Educação Profissional.

Confira o calendário completo: 

  • 31 de agosto: início das aulas presenciais da Educação de Jovens e Adultos (EJA) e da Educação Profissional;
  • 8 de setembro: início das aulas do ensino médio;
  • 14 de setembro: início das aulas dos anos finais do ensino fundamental, incluindo a Escola Parque da Cidade (Proem);
  • 21 de setembro: início das aulas dos anos iniciais do ensino fundamental, incluindo a Escola Meninos e Meninas do Parque;
  • 28 de setembro: início das aulas da educação infantil;
  • 5 de outubro: início das aulas do ensino especial, educação precoce e classes especiais.

Últimas notícias