">
*
 
 

A procuradora Márcia Ferreira Cunha Farias, do Ministério Público de Contas (MPC-DF) junto ao Tribunal de Contas do DF (TCDF), pediu aposentadoria voluntária.

O cargo ficará vago até ser preenchido após realização de concurso público. O procurador Marcos Felipe Pinheiro Lima foi o último a entrar nos quadros do MPC-DF, via seleção pública, em 2013.

A aposentadoria foi assinada pelo governador Rodrigo Rollemberg (PSB) e publicada na edição desta sexta-feira (8/9) do Diário Oficial do DF.

Reprodução/DODF

 

Histórico
Titular da 1ª Procuradoria, comandou o MPC-DF em cinco períodos, sendo o último de 2009 a 2011. Ela começou sua carreira pública em 1986, quando foi aprovada em concurso do Tribunal de Justiça do DF e Territórios (TJDFT) para analista judiciário. Em 1988, ficou em 1º lugar no concurso para procurador do MPC.

Formada pela Universidade de Brasília (UnB) em 1986, fez mestrado em Direito Público e doutorado em Ciências Comparadas nas Américas. Em seu currículo, consta também um MBA pela Boston University (2006), entre outras especializações.

Entre os últimos temas tratados pela procuradora, está a suspensão do concurso para a Câmara Legislativa (CLDF).

 



aposentadoriampc-dfMárcia Ferreira Cunha Farias
 


COMENTE

Ler mais do blog