Paulo Roriz devolve dinheiro transferido para ele sem querer

O secretário do GDF foi acusado de embolsar R$ 1,2 mil após transferência equivocada. Paulo diz que tudo não passou de um mal-entendido

atualizado 03/12/2019 18:35

paulo roriz Caio Barbieri/Metrópoles

O secretário de Desenvolvimento da Região Metropolitana do DF, Paulo Roriz (DEM), descobriu os R$ 1,2 mil transferidos de forma equivocada para a conta bancária dele e restituiu o dono após publicação da coluna sobre o incidente.

O advogado Pedro Estuqui errou um dígito e fez a transferência bancária on-line, sem querer, para Paulo Roriz, em 17 de outubro de 2019. Após tentar reaver, sem sucesso, a quantia, o advogado levou o caso à Justiça. Leia mais aqui.

O secretário do GDF afirmou que, em um primeiro momento, procurou tal movimentação em uma conta do Bradesco que usa com frequência, mas não constatou o crédito.

Depois da publicação, Paulo Roriz checou uma conta antiga que, segundo ele, estava desativada há 12 anos, e encontrou a quantia por lá.

“Falei com a gerente do banco, ela fez a checagem nas agências e descobriu essa conta”, disse o secretário.

A restituição foi feita nesta terça-feira (03/12/2019). Confira o recibo:

Recibo Paulo Roriz by Metropoles on Scribd

Últimas notícias