Partidos acionam MPDFT para impedir acampamento e atos antidemocráticos

Representação assinada por líderes locais do PT, PSol, PSB, Rede, PV e PDT destaca, também, risco de disseminação do novo coronavírus

Presidentes regionais de seis partidos políticos acionaram o Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) solicitando a adoção de medidas para impedir a realização de atos e manifestações que “atentem contra a saúde pública, o regime democrático” e a instalação de um acampamento chamado “300 do Brasil” em Brasília.

Como mostrou o Metrópoles, o grupo bolsonarista que prega o “extermínio da esquerda” é o mesmo que liderou o ato pró-intervenção militar. Eles também são contra o Supremo Tribunal Federal (STF) e o Congresso Nacional. O movimento ocorreu no último domingo (03/05), dia em que profissionais da imprensa acabaram sendo agredidos.

Na representação, os líderes distritais do PT, PSol, PSB, Rede, PV e PDT destacam que, por meio das redes sociais, o grupo tem convocado novas manifestações para o próximo fim de semana e pedem que sejam adotadas medidas necessárias a fim de impedir a realização de atos antidemocráticos.

Além disso, o texto requer que o Governo do Distrito Federal (GDF) impeça a entrada de veículos de outros estados que cheguem à capital com a finalidade de se juntarem às manifestações .

“As agressões à democracia brasileira vão se repetir no próximo dia 9 de maio de 2020, no ato convocado por apoiadores do atual do governo. Por meio de cards, páginas e vídeos nas redes sociais, está sendo convocada uma mega carreata em Brasília, que, em tese, contará com a presença de pessoas de todo o Brasil”, pontua a representação.

1/5
Manifestantes ocuparam a Esplanada no domingo
Postagem no Twitter registra acampamento na Esplanada
Imagem do site de arrecadação
Grupo de Telegram dos chamados "300 do Brasil"
Representação de partidos temem mais agressões e badernas
Coronavírus

A representação destaca, também, os riscos à saúde pública por causa de aglomerações em meio à pandemia do novo coronavírus: “Não bastasse atentarem contra a Constituição e contra o regime democrático, o ato citado e o acampamento intitulado “300 do Brasil” atentam, também, contra a saúde pública do Distrito Federal. Isso porque manifestações, ainda que convocadas como carreatas, desaguam em aglomeração de pessoas”.

Confira a íntegra da representação:

MPDFT PT DF Atos Antidemocr… by Metropoles on Scribd