Morre, aos 56 anos, Luiz Fernando, ex-chefe de gabinete de Rosso

O ex-governador homenageou o amigo nas redes sociais: "Obrigado por tudo que você representou para todos nós"

Material cedido ao MetrópolesMaterial cedido ao Metrópoles

atualizado 27/01/2020 16:03

Luiz Fernando da Costa e Silva morreu nesta segunda-feira (27/01/2019), aos 56 anos. Ele foi chefe de gabinete do ex-governador Rogério Rosso (PSD), em 2010, e recebeu homenagens do político.

“Foi um dos grandes amigos que Deus me deu nesta vida. Era apaixonado por Brasília. Lutou por mais de 10 anos contra um câncer, passou por dois transplantes, e só nos deu exemplo. Nunca reclamava de nada e nos ensinava a ter vontade de viver”, afirmou Rosso à coluna.

Luiz Fernando deixa esposa e dois filhos. Ainda não há informações sobre o velório.

Confira a homenagem feita no Instagram:

SOBRE OS AUTORES
Lilian Tahan

Dirige desde setembro de 2015 o site de notícias Metrópoles. É formada em comunicação social pela Universidade de Brasília (UnB), com especialização em jornalismo digital e gestão de empresa de comunicação pela ISE Business School, instituição vinculada à Universidade de Navarra, na Espanha. Antes do Metrópoles, trabalhou por 12 anos no Correio Braziliense e dois anos na revista Veja Brasília. Ao longo da carreira, conquistou prestigiados prêmios de jornalismo, como Esso, Embratel, CNT, CNI, AMB, MPT, Engenho.

Gabriella Furquim

Formada em jornalismo pela Universidade de Brasília (UnB), com experiência em redação, assessoria de imprensa e gestão de comunicação. Atua na área desde 2009. Integrou as equipes de reportagem e edição dos jornais Correio Braziliense e Aqui DF. Em 2014, coordenou a comunicação da Associação Nacional dos Centros de Defesa da Criança e do Adolescente, Seção Defence for Children Brasil (Anced/ DCI Brasil), e do projeto internacional Red de Coaliciones Sur. De 2015 a 2017, foi assessora de imprensa do governador de Brasília, Rodrigo Rollemberg.

Últimas notícias