*
 
 

Nesta sexta-feira (13/4), a notícia mais discutida entre os jornalistas que cobrem segurança pública no Distrito Federal não foi um crime. O anúncio da saída do major Michello Bueno do Centro de Comunicação Social da Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) pegou muitos de surpresa e provocou reações acaloradas dos profissionais de imprensa. Ele comandava as interações da corporação com o meio jornalístico há quatro anos.

Muito querido por boa parte dos profissionais de imprensa, Michello é reconhecido pela disponibilidade e bom humor. O major anunciou sua saída com uma mensagem. “Boa tarde, amigos da imprensa! Estou me despedindo da comunicação social. Fui transferido para outra unidade. Agradeço do fundo do meu coração cada pauta que os senhores fizeram da nossa Polícia Militar. Não vou poder ajudar mais em demandas da imprensa, mas, qualquer outra ajuda, estarei à disposição. Amo vocês!”, escreveu minutos antes de deixar o grupo no WhatsApp que reúne mais de 200 jornalistas.

Michello saiu do espaço virtual sem acompanhar as reações de profissionais de imprensa da maioria dos veículos de comunicação do Distrito Federal. Alguns chegaram a escrever um ofício questionando o comando da PMDF sobre a saída do chefe da assessoria. Outros sugeriram protestos. Mas foram os memes que conseguiram sair do grupo fechado e invadir outras redes sociais. As hashtags #SomosTodosMichello e #MichelloLivre já estão no Facebook e no Twitter.

À Grande Angular, Michello agradeceu o apoio da imprensa e afirmou que os policiais militares merecem ser reconhecidos pela população por seus trabalhos. “Eu sempre briguei muito por isso, para mostrar nosso trabalho, porque ele não é fácil”, afirmou.

Procurado, o comando da Polícia Militar do DF não respondeu a coluna até a última atualização desta publicação.



polícia militarProtestojornalismocomunicaçãoImprensa
 


COMENTE

Ler mais do blog