">
*
 
 

O deputado federal Rôney Nemer foi vítima de um assalto na manhã desta quarta-feira (9/8). Por volta das 5h30, o parlamentar saía da casa que pertencia a seu pai, na QE 17 do Guará II, quando foi surpreendido por um homem que anunciou o roubo.

Sem reagir, Nemer passou os dois celulares que portava no momento, um iPhone de propriedade do PP, partido ao qual é filiado, e um da LG, que pertence à Câmara dos Deputados.

Aos 54 anos, 37 dos quais vivendo em Brasília, Rôney Nemer conta que jamais havia sido assaltado. “Moro no Recanto das Emas e nunca vivi nenhum episódio de violência na cidade. Quando isso acontece, a gente se sente desamparado”, contou o deputado.

O parlamentar admitiu que chegou a pensar em reagir, mas, com medo de o ladrão estar armado, respirou fundo e entregou os celulares sem se opor: “Medi o assaltante e pensei ‘dou conta dele’, mas ele estava com as mãos debaixo da blusa, insinuando que segurava um revólver. Achei melhor não arriscar”.

Rôney Nemer foi abordado quando entrava no carro para ir à fisioterapia. Nos quase 100 dias que antecederam a morte do pai, no último dia 27, o deputado emagreceu 12 quilos e agora faz acompanhamento médico para recuperar massa e força muscular.

Após o episódio, o político procurou a delegacia mais próxima, a 4ª DP, na QE 15 (Guará II), e fez um boletim de ocorrência. “Apesar de toda a dificuldade que os policiais enfrentam, fui muito bem tratado”. Até agora, a polícia não capturou o bandido nem tem pistas dos telefones funcionais do parlamentar.

assaltoCâmara dos Deputados4ª delegacia de políciarôney nemer4ª DP
 


COMENTE

Ler mais do blog