Covid-19: morte de homem sem comorbidade é uma das cinco dessa sexta no DF

Morador do Riacho Fundo estava internado no Hran. Secretaria de Saúde notificou seis óbitos, sendo um de paciente residente em GO

atualizado 23/05/2020 11:31

Uma das cinco mortes de moradores do Distrito Federal provocadas pela Covid-19 registradas nesta sexta-feira (22/05) é a de um homem de 65 anos que não tinha qualquer comorbidade – doença preexistente que configura fator de risco em caso de infecção pelo novo coronavírus.

De acordo com a Secretaria de Saúde, ele residia no Riacho Fundo e apresentou os primeiros sintomas no dia 7 de maio. O paciente foi transferido da Unidade de Pronto Atendimento do Núcleo Bandeirante (UPA) para o Hospital Regional da Asa Norte (Hran) em 12 de maio.

Três dias depois, o quadro evoluiu para pneumonia provocada pelo Sars-Cov-2 e ele passou a ser assistido em um leito de terapia intensiva (UTI). O óbito foi constatado nesta sexta.

De acordo com o último boletim da Secretaria de Saúde, 88,9% das pessoas que perderam a vida por causa do novo coronavírus na capital do país tinham comorbidades.

Nesta sexta-feira (22/05) o DF alcançou a marca de 84 mortes causadas pela Covid-19, segundo informações oficiais do governo local. Se considerados os óbitos de moradores do Entorno que se internaram e faleceram em hospitais do DF, a quantidade de vítimas chega a 90.

O falecimento de dois pacientes que residiam em Ceilândia também entrou para a estatística oficial nesta sexta-feira (22/05). São dois homens, um de 80 anos e outro de 41. O mais velho deu entrada no Hospital Regional da Asa Norte (Hran) em 19 de maio e morreu no mesmo dia. De acordo com a pasta, ele tinha pneumopatia, distúrbios metabólicos e epilepsia.

O paciente de 41 anos estava sob os cuidados médicos do Hospital São Francisco. Ele apresentou os primeiros sintomas em 7 de maio, foi internado três dias depois e faleceu nesta sexta-feira (22/05). Era hipertenso e obeso, condições consideradas como comorbidades.

 

0

Também foram notificadas as mortes de uma mulher de 91 anos, moradora de Brazlândia, e a de um homem de 69, que residia em Santa Maria. Ela apresentava distúrbios metabólicos e tinha sequelas de um acidente vascular encefálico. Deu entrada no Hospital Regional da Asa Norte (Hran) no último dia 15 e faleceu na última quarta-feira (20/05).

O paciente de 69 anos tinha pneumopatia e era tabagista, condições consideradas como comorbidades. Estava internado no Hospital Regional de Santa Maria (HRSM).

Também nesta sexta-feira (22/05), foi confirmada a sexta morte de morador de cidade goiana do Entorno que estava sendo atendido na rede de saúde do DF. Trata-se de um homem de 62 anos, que residia na Cidade Ocidental (GO). Ele estava internado no Hospital Brasília desde o dia 12 de abril, em tratamento de neoplasia, quando apresentou os primeiros sintomas da Covid-19.

O Distrito Federal conta 5.948 casos confirmados de coronavírus nesta sexta-feira (22/05).  Há, ainda, 3.139 pacientes recuperados, que são aqueles que tiveram os primeiros sintomas da Covid-19 há mais de 14 dias e não estão hospitalizados, de acordo com a pasta.

Últimas notícias