Basile Pantazis presta depoimento em CPI da Alesp nesta quarta-feira

Assessoria do empresário brasiliense afirmou que ele comparecerá e prestará os esclarecimentos solicitados pelos parlamentares paulistas

atualizado 27/10/2020 21:34

Empresário brasiliense Basile Pantazis Felipe Menezes/Metrópoles

A CPI das Quarteirizações, da Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp), marcou para a manhã desta quarta-feira (28/10) o depoimento do empresário brasiliense Basile George Pantazis.

Os deputados integrantes da CPI transformaram em convocação, no dia 14 de outubro, o convite aprovado no final de setembro para Basile prestar esclarecimentos. Caso ele não compareça à oitiva, a CPI pode determinar a condução coercitiva.

A assessoria de imprensa do empresário informou, no entanto, que Basile irá comparecer.

A reunião, marcada para começar às 10h, ocorrerá de forma on-line e vai ser transmitida pelo canal da Alesp no YouTube. Conforme o regimento, caso necessário, haverá mais meia hora para formação de quórum e início dos trabalhos.

O empresário brasiliense teria participado como intermediário da negociação entre o governo e a empresa Hichens Harrisson, que vendeu respiradores ao estado de SP.

A CPI das Quarteirizações apura irregularidades nos contratos de quarteirização envolvendo convênios, parcerias, contratos de gestão e outros ajustes firmados pelo Governo do Estado de São Paulo com o terceiro setor. A Comissão Parlamentar de Inquérito é presidida pelo deputado Edmir Chedid (DEM).

Outras pessoas já falaram na CPI, mas o depoimento de Basile será o primeiro sobre o caso da compra dos respiradores. O presidente da InvestSP, Wilson Mello, também deve ser ouvido pela comissão.

A oitiva nesta quarta-feira foi confirmada na noite de terça-feira (27/10), após a Alesp aprovar a mudança do ponto facultativo do Dia do Servidor Público de 28 de outubro para sexta-feira (30/10).

 

Últimas notícias