*
 
 

Entre janeiro e abril do ano passado, os brasileiros compraram 89,5 mil carros compactos acima de R$ 60 mil, geralmente com mais de 100cv. Este ano, no mesmo período, esses modelos – chamados de “premium” – venderam 47% a mais (131,7 mil).

Por isso, os diretores da Toyota estão festejando a “coincidência” de trazer para cá, enfim, o Yaris, modelo para ficar entre o popular Etios e o Corolla. O Brasil era dos um dos raros países que não vendiam essa opção – embora a Toyota brasileira tenha sido a primeira unidade fora do Japão, quando chegou aqui há exatos 60 anos.

O Yaris tem preços variando entre entre R$ 59,6 mil e R$ 80 mil. São versões hatchback e sedã, com motorização 1.3 e 1.5. O hatch enfrentará VW Polo e Honda Fit, por exemplo. O sedã, com Chevrolet Cobalt, Honda City e VW Virtus.

O Yaris traz muita coisa dos irmãos Corolla e Etios: do motor à transmissão. Confira o vídeo do colega Carlos Cereijo aqui.

No entanto, o propulsores usados no Etios foram calibrados. O 1.3 agora gera 101cv (com torque de 12,9kgfm). O 1.5 desenvolve até 110cv, com torque de 14,9kgfm. Nesse caso, os números valem para o abastecimento com etanol.

A transmissão CVT é a mesma no Corolla, de 7 marchas (simuladas). Por fim, a Toytota decidiu elevar a suspensão do Yaris em 13 milímetros.

Medidas
A capacidade dos porta-malas de ambos é compatível com as versões (e seus concorrentes): no hatch, cabem 310 litros; no sedã; 473 litros. O primeiro mede 4,14m de comprimento e 1,73m de largura; o segundo, 4,42m de comprimento e 1,47m de altura. O entre-eixos é de 2,55m para os dois.

Utiliza uma tela de 7 polegadas com espelhamento de smartphone. Embora a Apple finalmente tenha anunciado que dará suporte a outros navegadores por GPS ao utilizar o Apple CarPlay, a Toyota desenvolveu uma forma de utilizar o Waze e o TomTom pelo iOS.


As versões e seus equipamentos

Foto: Toyota do Brasil

Yaris XL (1.3 e 1.5, manual e CVT)
A versão mais básica vem com ar-condicionado, direção eletroassistida progressiva, computador de bordo com 7 funções, cinto de segurança de três pontos para todos os bancos, controle de estabilidade e tração, assistente de partida em rampas, controle de cruzeiro, volante multifuncional, rodas de liga leve de 15” com pneus 185/60 R15, vidros elétricos com função one-touch, acendimento automático dos faróis, alarme e apoio de cabeça para todos os assentos.

Yaris XL Plus Tech (1.3 e 1.5 CVT)
Vem com os itens do Yaris XL e mais chave presencial, central multimídia com tela de 7 polegadas com 2 alto-falantes, apoio de braço com porta-copo, e ar-condicionado digital.

Yaris XS (1.5 CVT)
A marca incluiu a mais, nesta versão: câmera de ré, computador de bordo com 8 funções, comandos no volante para o computador de bordo e central multimídia, volante e acabamento em couro, rodas de liga leve de 15” com pneus 185/60 R15, e paddle-shift atrás do volante para trocas manuais de marcha.

Yaris XLS (1.5 CVT)
O consumidor desta versão tem direito a sete airbags (2 frontais, 2 laterais, 2 de cortina e 1 de joelho para o motorista). Os faróis têm máscara negra e as lanternas são de LED. Nela vem, ainda, sensor de chuva, teto solar, rebatimento elétrico dos retrovisores e maçanetas cromadas.


Modelos e preços

Foto: Toyota do Brasil
Hatch XL 1.3 manual  –  R$ 59.590
Hatch XL 1.3 CVT  –  R$ 63.990
Hatch XL Plus 1.3 CVT  –  R$ 69.590
Hatch XS 1.5 CVT  –  R$ 74.590
Hatch XLS 1.5 CVT  – R$ 77.590

Foto: Toyota do Brasil
Sedan XL 1.5 manual  –  R$ 63.990
Sedan XL 1.5 CVT  –  R$ 68.690
Sedan XL Plus 1.5 CVT  –  R$ 73.990
Sedan XS 1.5 CVT  –  R$ 76.990
Sedan XLS 1.5 CVT  –  R$ 79.990

 


Curiosidades

  • O consumidor alvo da Toyota são homens, casados e de vida urbana, de 35 anos em “ascensão profissional”, mas que não podem comprar um Corolla de R$ 120 mil e nem querem Etios de R$ 60 mil.
  • A marca quer vender pelo menos 6 mil unidades do Yaris por mês (45% do sedã e 55% do hatch). E os executivos estimam que 95% sairão com câmbio automático.
  • As versões mais equipadas, como as XL Plus Tech, XS e XLS, venderão mais. A de entrada, a XL com câmbio manual, não passará dos 5% de emplacamentos.


lançamentopreçosCorollaToyotaEtiossedãhatchYaris
 


COMENTE

Ler mais do blog