10 curiosidades incríveis sobre o gato-de-bengala

A raça surgiu a partir de um cruzamento entre o leopardo asiático e um gato doméstico, tornando-o um animal híbrido

atualizado 19/06/2020 12:09

Gato é o bicho pets Reprodução/Unsplash: Claudio Schwarz

Muito semelhante a um leopardo, o gato-de-bengala é um pet bonito, exótico, ativo e cheio de energia. A raça surgiu a partir de um cruzamento entre o leopardo asiático e um gato doméstico.

Pensando nisso, o Metrópoles separou 10 curiosidades incríveis sobre a raça. Confira:

1. São híbridos

O gato-de-bengala ou bengal, é um animal híbrido pois ele surgiu do cruzamento de dois animais diferentes. Ele surgiu em 1963 devido a cruza de um leopardo asiático com um gato doméstico, por isso, o animal apresenta uma pelagem parecida com os leopardos, mas tem a personalidade de um gato doméstico.

2. Ele é forte e independente

O bengal é um gato dócil e companheiro, no entanto, devido a sua origem também é bastante forte, atlético e cheio de energia. Além disso, ele tem um temperamento independente e vai precisar de espaço para gastar energia e ter um momento apenas para ele, longe do tutor.

3. É uma raça recente

O gato-de-bengala surgiu em 1963 no sul da Ásia, mas devido a sua aparência exótica, começou a se tornar muito popular em outros países, principalmente nos Estados Unidos. Com isso, a raça foi oficializada e reconhecida apenas em 1985, sendo uma das raças felinas mais recentes a ser registrada.

4. Não é aceito pela Associação dos Criadores de Gatos (CFA)

Por mais que a raça tenha ficado popular nos Estados Unidos durante os anos de 1980, a venda do gato-de-bengala hoje é proibida no país. Além disso, a raça não é aceita pela Associação dos Criadores de Gatos (CFA). E o motivo para a proibição e não aceitação do bichano é porque ele possui sangue e características de gato selvagem devido a origem.

5. Ele tem uma alta expectativa de vida

O gato-de-bengala pode viver de 10 a 16 anos, tendo uma alta expectativa de vida. No entanto, ele pode vir a apresentar alguns problemas de saúde relacionados ao estresse e ambiente em que vive, logo, o tutor deve ter cuidado.

6. São muito inteligentes

O bengal é considerado um animal muito inteligente, logo, são capazes de interagir bem com os tutores, tendo um comportamento comparado aos cães. Eles também gostam de acompanhar os tutores nas atividades diárias para fazer companhia. Além disso, são gatos com reflexos rápidos e podem facilmente aprender alguns truques.

7. Precisa de espaço

O gato-de-bengala possui um físico bastante atlético, logo, ele vai precisar de espaço para correr, brincar e até mesmo escalar. O tutor deve estar atento a isso, pois ao privar esse bichano de gastar energia, pode fazer com que ele desenvolva sobrepeso e outros tipos de problema de saúde.

8. Ele vai trazer presentes

Por se tratar de um animal híbrido com algumas características selvagens, o gato-de-bengala tem um instinto de caça inegável, logo, ele vai adorar trazer algumas caças como presente para os tutores. Esteja preparado e entenda que é um sinal de carinho e cuidado vindo do bichano.

9. As fêmeas são mais ariscas

As fêmeas da raça costumam ser menos sociáveis que os machos, podendo até demonstrar um comportamento um pouco agressivo e arisco com estranhos. Por isso elas devem ser adaptadas às visitas e tratadas com muito carinho desde cedo.

10. Sua pelagem é áspera

Quando ainda são pequenos os gatos-de-bengala possuem a pelagem um pouco áspera. No entanto, os pelos vão se amaciando a medida em que eles vão crescendo, criando essas manchas únicas que são uma das principais características da raça.

Últimas notícias