TST é reconhecido com o Selo Diamante, no Prêmio CNJ de Qualidade 2020

A presidente do TST e do CSJT, ministra Maria Cristina Peduzzi, agradeceu a honraria e compartilhou o êxito com seus colegas de trabalho

atualizado 02/12/2020 19:05

Maria Cristina Peduzzi Giovanna Bembom, Fellipe Sampaio e Rafael Victor/Divulgação

Na última sexta-feira (27/11), o Tribunal Superior do Trabalho (TST) foi premiado com o Selo Diamante, no Prêmio CNJ de Qualidade 2020. O prêmio visa estimular os tribunais brasileiros na busca pela excelência em gestão e planejamento, organização administrativa e judiciária, sistematização e disseminação das informações e produtividade, sob a ótica da prestação jurisdicional.

A homenagem ocorreu durante o XIV Encontro Nacional do Poder Judiciário, realizado pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ), de forma virtual. “Sem este empenho de todos os ministros, sem o corpo eficiente de servidores, nós não teríamos alcançado esse resultado que nos dignifica”, disse a ministra Maria Cristina Peduzzi, presidente do TST e do CSJT, na cerimônia telepresencial.

Ela agradeceu a premiação e compartilhou o êxito obtido com o vice-presidente, ministro Vieira de Mello Filho; com o corregedor-geral da Justiça do Trabalho, ministro Aloysio Corrêa da Veiga; com os demais ministros e com o corpo de servidores do TST. Segundo a presidente, a premiação é um reconhecimento ímpar e um estímulo para a Justiça do Trabalho continuar trabalhando pelo aperfeiçoamento da atividade jurisdicional.

Para saber mais, siga o perfil da coluna no Instagram.

Últimas notícias