*
 
 

A advogada Sônia Gontijo oferecerá um jantar em homenagem ao marido, o escritor e advogado Max Telesca, para celebrar o ingresso dele na Academia Brasiliense de Letras. Telesca foi eleito integrante da instituição na última sexta-feira (30/11) e ocupará a cadeira número 2, cujo patrono é Alcântara Machado.

A família recebeu a notícia com emoção e se sentiu honrada ao ver o advogado compor o quadro de imortais. “Saber que estarei ao lado de grandes intelectuais aumenta muito a minha responsabilidade”, contou. O escritor foi incentivado pelos amigos Rossini Corrêa, Fábio Coutinho e Carlos Fernando Mathias de Souza a disputar a vaga, aberta após o falecimento do embaixador Meira Penna.

Telesca aguarda a presença de integrantes da Academia Brasiliense de Letras e outras autoridades no jantar desta noite. O ex-ministro do STF, Ayres Britto, o atual ministro do TST, Alberto Bresciani, o desembargador Carlos Fernando Mathias, o ministro da Justiça Torquato Jardim e a esposa Cesira, e o presidente da Ordem dos Advogados do Brasil no Distrito Federal (OAB-DF), Juliano Costa Couto estão entre os convidados.

Obras do escritor
Max é autor dos romances Mortes Modernas, e o primeiro volume da trilogia distópica 2038 – A Instituição da Cleptocracia num Futuro não Muito Distante. Escreveu também crônicas e contos, entre eles, Verão Grego, incluído entre os melhores da Feira do Livro de Porto Alegre de 2001.



 


sociedademax telescaacademia brasileira de letrasablcoquetelImortal