*
 
 

Quando a psicóloga Heloísa Wolf estiver atraindo todas as atenções no próximo dia 25 de maio para dizer “sim” ao deputado federal Eduardo Bolsonaro e entrar para a família mais poderosa da atual República, o vestido de noiva que estará usando terá a assinatura de uma estilista que experimenta o doce sabor do crescente sucesso: Marie Lafayette.

O longo a ser usado por Heloísa – na cerimônia que acontecerá em uma casa de festas no charmoso bairro carioca do Alto da Boa Vista – será o terceiro feito por Marie Lafayette para as mulheres da família Bolsonaro.

Michelle, casada com o presidente Jair Bolsonaro, e Fernanda, esposa do senador Flávio Bolsonaro, também usaram vestidos da estilista em seus respectivos casamentos. “Fiz o vestido de noiva de Michelle, mas na época nem sonhava que um dia ela se tornaria primeira-dama”, conta Marie sobre o enlace, ocorrido em 2013.

O figurino da posse do marido, no primeiro dia de 2019, também foi desenhado pela estilista, que, discreta, prefere evitar se aprofundar a respeito de sua relação com os Bolsonaro.

Divulgação

Michelle Bolsonaro

 

Em alta na Globo
A Rede Globo também descobriu Marie Lafayette e caiu de amores por seu talento. Em seu trabalho mais recente na emissora, ela deu vida ao superdetalhado vestido de noiva usado por Laila, personagem vivida por Julia Dalavia na novela das 18h, Órfãos da Terra, em seu casamento com o sheik Aziz, interpretado por Herson Capri.

A criação foi da figurinista Mariana Sued, e a meticulosa execução – que levou um mês – contou com cetim pesado, micropérolas e vitrilhos espelhados. O resultado ficou tão impactante que a emissora já avisou: quer que Marie assine outros vestidos da trama.

Divulgação TV Globo

Julia Dalavia, em Órfãos da Terra

Não é a primeira produção da Globo em que a estilista deixa sua marca. Ela já havia feito peças para a novela Salve Jorge (2012) e para todos os vestidos do seriado Tapas & Beijos (2011-2015). Os filmes Gonzaguinha (2012) e Loucas Para Casar (2015) também contaram com peças criadas por Marie. Nesse último, as personagens Malu, de Ingrid Guimarães, e Lúcia, de Suzana Pires, usaram vestidos de noivas feitos por ela com o auxílio dos figurinistas Marcelo Pires e Verônica Schliemann.

“Fiquei superanimada com esse convite, pois é sempre bom ter novos desafios. Sem contar que fiquei feliz por ser reconhecida com tanto carinho no mundo dos vestidos de noivas”, diz.

Divulgação

Marie fez os vestidos de noiva de Suzana Pires e Ingrid Guimarães no filme Loucas Para Casar, que tem ainda Tatá Werneck

 

O nome que virou grife
Nascida em São Paulo, Marie Lafayette vive hoje no Rio de Janeiro, onde tem residência no bairro da Gávea. Ela começou a se interessar por moda desde muito cedo. Após se formar na Esmod Paris – uma das mais renomadas escolas para estilistas –, trabalhou em diversos países na área da haute couture, como França, Espanha, Itália e EUA. Com isso, já soma 12 anos trabalhando com estilismo.

Em 2019, mudanças e conquistas. Após ter seu ateliê por quase uma década no bairro carioca de Botafogo, ela inaugura um novo ponto numa bela mansão na Gávea. Além disso, assina uma linha de lingeries com Nicole Argalji, a estilista da DuLoren.

As idas a São Paulo são constantes, já que suas costureiras trabalham lá. Porém, um terceiro endereço logo vai entrar na vida dela devido ao crescente número de noivas do sul do país que a procuram. “Estou inaugurando uma loja em Jurerê [bairro de Florianópolis] e vou me dividir entre as três cidades para dar conta de tudo”, revela à coluna.

O espaço é um empreendimento em parceria com Paula Lindberg, sua amiga de longa data. A equipe de Marie, aliás, é escolhida a dedo. “Priorizamos sempre o carinho e o amor em cada detalhe, desde o atendimento no ateliê até a produção dos vestidos”, destaca.

Sabrina Vasconcelos/Divulgação

Marie Lafayette

Como transformar sonhos em realidade
Um vestido diz muito sobre a personalidade de uma mulher e o que ela deseja passar ao redor. Marie Lafayette sabe disso e explica como faz para traduzir os sonhos femininos em realidade.

“Isso é muito a questão do feeling. Há a conversa com a cliente, em que é compreendida a personalidade dela, do que ela gosta, qual é a ideia do evento, se é casamento, bodas, aniversário. Então, é necessário entrar no mundo dela para captar e transmitir esse sonho para o papel e dar forma à roupa”, finaliza Marie.



 


casamentoeduardo bolsonaroMichelle bolsonaroheloísa wolffMarie Lafayette