Artista Roger Regner lança exposição no mezanino do Museu Nacional

A mostra O Espaço no Meio do Nó levanta uma crítica ao status quo na política

Hugo Barreto/MetrópolesHugo Barreto/Metrópoles

atualizado 12/10/2018 8:26

Em meio ao momento de tensão e intolerância vivido na política, o artista plástico Roger Regner estreou nessa quarta-feira (10/10) O Espaço no Meio do Nó, no mezanino do Museu Nacional da República. A exposição faz uma reflexão sobre temas sociais e políticos.

A mostra é composta por três momentos: começo, meio e sem fim, ligados por obras utilizando tecidos, costuras, rendas e pinturas inspiradas em bordados como referência ao que nos enlaça social e psicologicamente, como explica o artista.

“O momento não poderia ter sido mais pertinente, justamente neste tempo de acirramento, no ponto de quebra que está o Brasil”, comentou Roger.

“É uma forma de saída dessa encruzilhada, desse espaço apertado, quase inexistente e invisível, que existe no meio desse nó que dá o nome à exposição”, disse. “É dever do artista resistir e continuar criando com toda a liberdade possível, propondo uma saída de uma maneira pacífica e delicada”, completa.

A peça central traz a instalação de gravatas gigantes representando a amarra que é a corrupção, na qual políticos são escravos dos conchavos criados por eles próprios. “No fim das contas, todo mundo está comprometido”, explicou.

A visitação do Espaço no Meio do Nó é gratuita. A mostra fica no Museu Nacional da República até 11 de novembro.

Confira os cliques: 

Hugo Barreto/Metrópoles
Danielle Dias e Halley Mestrinho

 

Hugo Barreto/Metrópoles
Natália Regner

 

Hugo Barreto/Metrópoles
Henrique Faria e Laena Villachan

 

Hugo Barreto/Metrópoles
Janaína Martins Cordeiro, Luciene Regner, Kael Regner e Bruno Rosa

 

Hugo Barreto/Metrópoles
Jorge Luiz Silva

 

Hugo Barreto/Metrópoles
Fábio Maciel

 

Hugo Barreto/Metrópoles
Marcelo Jorge

 

Hugo Barreto/Metrópoles
Túlio Reis, Thales Silva, Silvio Garcia e Márcia Ribeiro

 

Hugo Barreto/Metrópoles
Fred Fiuza e Débora Furtado

 

Hugo Barreto/Metrópoles
Raymundo Regner, Gisele Regner e Rodrigo Barbosa

 

Hugo Barreto/Metrópoles

 

Hugo Barreto/Metrópoles
Ygraine Hartmann, Arthur Leibovich e Sônia Hartmann

 

Hugo Barreto/Metrópoles
Roger Regner

 

Hugo Barreto/Metrópoles
Felipe Imidio

 

Hugo Barreto/Metrópoles
André Rocha e Adelmo Marinho

 

Hugo Barreto/Metrópoles
Breno Medina e Alexandre Ferrer

 

Hugo Barreto/Metrópoles

 

Hugo Barreto/Metrópoles
Lúcio Galeno e João Antônio Simões Jaspe

 

Hugo Barreto/Metrópoles
Danielle Athayde

 

Hugo Barreto/Metrópoles
Rogério Quintão

 

Hugo Barreto/Metrópoles
Diego Azambuja

 

Hugo Barreto/Metrópoles
Carmenísia Jacobina e José Fortes

 

Hugo Barreto/Metrópoles
Roger Regner e Danielle Dias

 

Hugo Barreto/Metrópoles
Katia Oliva

 

Hugo Barreto/Metrópoles
Rogério Reis

 

Hugo Barreto/Metrópoles

 

Hugo Barreto/Metrópoles
Fernando Braga

 

Hugo Barreto/Metrópoles
Gisele e Rodrigo Regner

 

Hugo Barreto/Metrópoles
Vítor Borysow

SOBRE O AUTOR
Bethânia Nunes

Formada em jornalismo pelo Centro Universitário Iesb em 2014. Trabalhou na produção da TV Brasília e no Correio Braziliense por três anos, onde atuou como repórter no site do veículo. Desempenhou a função de assessora de imprensa no Grupo Objetiva até março de 2018. Atualmente, produz a coluna de Claudia Meireles.

Últimas notícias