*
 
 

O Pinterest é um ótimo termômetro de tendências populares no design de interiores. No último mês, por exemplo, uma das principais buscas no aplicativo foi “mindfulness na decoração”. Mindfulness é um conceito que busca desenvolver, por meio da meditação, a capacidade de ter atenção plena ao estado presente. O interesse pelo tema cresce 248% ao ano, segundo levantamento do app. Já a procura por “bem-estar” aumentou em 456%.

Coincidentemente, na última sexta-feira (8/6), durante a primeira reunião do CasaCor Brasília deste ano, Pedro Ariel Santana, curador e diretor de conteúdo do evento, palestrou para os arquitetos justamente sobre a urgência contemporânea da busca pelo autoconhecimento que se reflete na espiritualização do lar.

A casa, cada vez mais, perde a necessidade de agradar a visita, de impressionar e ostentar. Torna-se abrigo não só para o corpo, mas, principalmente, para a mente. O lar virou refúgio do caos urbano e dos excessos tecnológicos de um mundo tão impessoal.

O resultado é o contraponto: residências esteticamente mais leves, verdes, simples e conectadas à natureza e à espiritualidade. Casas que carregam pedaços da história dos moradores e de seus antepassados. Espaços que refletem valores e acolhem.

O desejo de aplicar o mindfulness na decoração é um sintoma dessa necessidade de desintoxicação e desaceleração. É poder dedicar um espaço para a busca da reenergização. Sabe aquele cantinho na casa da avó que sempre tinha uma Bíblia aberta e algumas imagens de santos? É basicamente a mesma ideia.

Reservar na casa um espaço para a reflexão e conexão consigo mesmo e/ou com a espiritualidade. Almofadas de meditação, imagens sagradas ou frases enquadradas, velas, pedras, cristais, incensos. Vale de tudo para se sentir em paz dentro do próprio lar.



decoraçãomeditaçãomindfulness
 


COMENTE

Ler mais do blog