*
 
 

É fácil gastar uma grana com um bom sofá, uma poltrona, uma mesa de jantar. Mas muitas vezes, na hora de investir em detalhes, o bolso contrai, a mão fecha e a culpa bate: parece que não faz sentido investir em objetos cuja função é meramente decorativa. Isso acontece com os quadros, vítimas do preconceito decorativo na hora de direcionar os investimentos da casa.

Se você deseja uma casa ultra minimalista, ou não liga para a estética do espaço, entenda: preencher as paredes é um dos melhores investimentos se você quiser levar personalidade e aconchego para o lar. Investir em quadros requer desprendimento financeiro mínimo e a consciência que a função da decoração é o bem-estar. Para equilibrar essa necessidade de levar identidade para o espaço e vontade de não gastar demais com o investimento, mais opções de arte, posteres e gravuras com preços ultra atrativos aparecem no mercado.

Mas vale lembrar que a escolha do quadro é um processo:

»  Na ânsia de decorar e economizar, muita gente compra um monte de quadrinho para preencher os vazios. Pare. Invista aos poucos. Um quadro por vez, com uma arte realmente bonita e uma moldura de qualidade. Para embelezar a casa, é preciso incorporar nela elementos bons e bonitos. Se encher com qualquer coisa, o resultado vai ser esse: qualquer coisa.

»  Comprar/encontrar a arte: Pesquise. Há arte acessível em leilões, em sites de venda de usados e um monte de site de posteres. Fotos, gravuras e arte seriada para atender suas expectativas. Por fim, só compre um quadro se você se apaixonar por ele. Uma boa aquisição vai te acompanhar por toda a vida, na parede de todas as casas que você morar.

»  Como já disse acima, não exagere na economia na hora de emoldurar. Uma boa moldura levanta a moral de qualquer gravura sem graça. Já aquela que denúncia de cara a baixa qualidade prejudica a decoração da casa.

»  Quando for fazer uma composição, é interessante ter objetos de diferentes tamanhos. Lembre-se, quadros grandes são um pouco mais caros, mas trazem um belo impacto visual.

» Por fim, é preciso uma boa noção estética e espacial na hora de pendurar os quadros. Alguns lembretes simples: a altura na parede é definida pela altura média das pessoas. O ideal é que o centro do objeto, ou do conjunto deles, fique na altura dos seus olhos. Quadros muito pequenos e solitários em paredes ficam mais bonitos descentralizados. Jogue-os para um dos cantos e eles ganharão muito mais charme. A internet é cheia de ideias de disposição. Simule a localização no chão da casa, faça a medição da paginação final escolhida e pendure.

Separamos links de lojas de posteres, gravuras, para comprar ou baixar de graça. Explore: Deposter, Poster Cabaret, Urban Arts, Old Posters, All Posters e Quero Posters.



 


decoraçãopostercasalar