*
 
 

Aprender a ocupar os espaços da casa de forma leve e inteligente é um dos desafios de quem começa um projeto de interiores. Mas, enquanto dedicamos investimentos e boas ideias aos cômodos principais, existem lugares do lar que, mesmo fora de destaque, são especialmente desafiadores.

Escadas, corredores, halls, cantos. A dificuldade não é só por terem uma localização peculiar, mas por necessitarem de soluções inteligentes para se tornarem funcionais e bonitos. Entre os ambientes que precisam de criatividade e planejamento, os espaços vazios embaixo das escadas são incógnitas decorativas com mais potencial para opções inovadoras e divertidas.

Para uma boa execução, vale optar por uma intervenção que crie algum tipo de unidade visual, permitindo à função escolhida para o espaço um look fácil, leve, natural e orgânico. Para isso, vale investir em móveis com cores similares às da escada ou na repetição de materiais. Essa mimetização possibilita uma estética mais limpa, simulando uma unidade harmônica.

É preciso também calcular se a função escolhida será bem executada ergonomicamente quando o projeto estiver pronto (por exemplo, no caso de uma mesa de estudos, é preciso avaliar iluminação, presença de pontos elétricos que permitam o uso de tomadas, se quando levantar existe alguma chance do morador bater a cabeça, entre outros).



 


escadadecoração embaixo da escada