*
 
 

Já imaginou construir uma casa inteira dentro dos parâmetros da sustentabilidade e em cerca de quatro horas? A ideia ainda melhora: a estrutura é de baixo custo e o resultado funcional e estético é surpreendente. A Casa Bambu, ideia da jovem designer Earl Patrick Folales, de apenas 23 anos, foi vencedora do concurso Cities for our Future, do Royal Institute of Chartered Surveyors (RICS), e hoje é uma promessa não apenas de uma nova forma de se pensar as construções do futuro, mas também uma solução que pode ser utilizada por vários países sofrendo crises de moradia.

cubo modular bamboo housing

As casas pré-fabricadas, chamadas de Cubo, custam em torno de 50 libras (cerca de R$ 245) por metro quadrado e vão sair do papel em 2019, de acordo com Folales. A ideia é ajudar a capital das Filipinas, Manila, a enfrentar uma forte crise de desabrigados. Dos 12 milhões de habitantes da capital, 4 milhões moram em favelas. A expectativa da cidade é receber, nos três próximos anos, cerca de 2,5 milhões novos trabalhadores. A notícia motivou a jovem a pensar em soluções viáveis e sustentáveis que poderiam solucionar a escassez de moradia local.

Forlales vai começar a trabalhar em suas casas pré-fabricanas no ano que vem (Foto: BBC)

A jovem filipina – engenheira de materiais – revela ter se inspirado na casa dos avós, na zona rural, feita em bambu, para conceber o projeto. Mais do que uma possível solução para abrigar milhares de pessoas, ela acredita que as unidades habitacionais são uma forma de transformar o lixo de uma comunidade em energia e em outros recursos valiosos. O bambu previsto na casa Cubo é tratado e laminado, tendo vida útil 10 vezes maior que o bambu comum.

Resultado de imagem para cubo project house bamboo

O material é eco-friendly e pode ser colhido sem impactar a qualidade do solo local. Além isso, o projeto conta com telhados que captarão água da chuva para armazenagem e terá fundação de palafitas para resistir às enchentes, comuns no país.

A ideia pode ser facilmente replicada em diversos outros países que vivem crises de moradia parecidas, pois o bambu é abundante na África e no Sudoeste Asiático.

O custo estimado da construção é de 50 a 60 libras por metro quadrado (Foto: BBC)