Como a atividade física pode contribuir para a saúde da pele

Engana-se quem pensa que exercícios físicos são somente para ter um corpo bonito e melhorar a saúde física, os benefícios também são notados

Não é segredo que a atividade física proporciona inúmeros benefícios à saúde. Médicos, profissionais da educação física, psicólogos, todos alertam sobre a necessidade de praticar algum exercício físico, a fim de manter tanto a saúde mental quanto física intacta. Mas, além de todas essas vantagens, o que muitos podem não saber é que fazer musculação, funcional, ginástica, aeróbicos, etc, ajudam também na saúde da pele.

Ao praticar alguma atividade, a pele recebe os efeitos dos exercícios em primeiro lugar pelo pico de endorfina, que dão bom humor, aumento de autoestima e relaxamento e também modula o sistema imunitário, o que melhora a resistência a doenças. A neutralização dos radicais livres diminui a ação desses grandes causadores de alterações da pele.

Além disso, “os estímulos dos exercícios aumentam a circulação sanguínea, o que consequentemente aumentam o processo de absorção de oxigênio realizado pela pele, e com isso, gera uma melhora na textura da pele, cor, maciez, tornando assim uma pele mais saudável e com menos risco de doenças”, explica Bárbara Moura, professora na Bodytech Lago Sul.

Os benefícios não se findam, os exercícios também contribuem para a produção de hormônio de crescimento e outras substâncias antienvelhecimento que retarda o ritmo em que a pele sofre as modificações do tempo. “Treinos de força estimulam a produção de substâncias químicas que possuem ação antienvelhecimento. Atividades físicas moderadas também contribuem para prevenir o envelhecimento e algumas doenças”, explica a dermatologista Laís Rios.

Mas não existe uma atividade específica que ajude mais, ou menos, no tratamento da pele. Todas as atividades são válidas e é ainda melhor se houver uma combinação de várias modalidades. “Todo estímulo é positivo. Mas lembre-se sempre de usar fotoproteção (protetor solar) para atividades ao ar livre”, recomenda Bárbara.

Com tudo isso, os exercícios físicos são eficientes na redução do estresse e no melhoramento da autoimagem do indivíduo e isso promove uma pele mais bonita e saudável, auxiliando até mesmo em problemas como o ressecamento, a oleosidade excessiva, a acne, flacidez e as rugas. “O exercício físico diminui o cortisol, que é o hormônio do estresse, com isso melhora a qualidade do sono, diminui a degradação do ácido hialurônico na pele melhorando a textura e diminuindo o surgimento de acne”, esclarece Laís.

Benefícios

A prática de atividade física também reduz a aparência cansada da pele. Além disso, não só os músculos ficam firmes com a prática de atividades físicas frequente, mas também a pele. Os exercícios auxiliam na produção de fibroblastos, que são células que produzem as fibras, ajudando a pele a manter a qualidade do colágeno e da elastina, ficando mais firme e elástica.

São tantos os pontos positivos que fica difícil reuni-los e resumir. O fato é que ao fazer atividades físicas, eliminamos no suor muitas células mortas, além de outras impurezas e sujeiras. Transpirar e eliminar essas impurezas funciona como uma esfoliação natural, evitando o surgimento de cravos e espinhas, além de outros problemas dermatológicos. Ou seja, a atividade física funciona como um método quase que “milagroso” para deixar todo o corpo na melhor versão possível.