Categorias: Celebridades

Ator de Deadpool é preso após passar informações falsas à polícia

T.J. Miller, de Deadpool e Silicon Valley, foi preso na noite desta segunda-feira (9/4) por agentes da FBI. Ele é acusado de passar informações falsas sobre uma ameaça de bomba, segundo o TMZ. No dia 18 de março, o artista teria ligado para a polícia de dentro de um trem entre Washington D.C. e Nova York. O ator informou o número errado do veículo.

A polícia parou o outra embarcação, que foi evacuada e revistada – causando vários atrasos. De acordo com documentos, Miller foi retirado do trem em Nova York porque estava bêbado, havendo ingerido duas taças de vinho e duas doses duplas de uísque.

A polícia conseguiu apreender o ator no Aeroporto de LaGuardia em Nova York. Após conduzirem entrevistas com todas as partes, a polícia concluiu que Miller tinha rancor contra a mulher e fez a ligação como vingança.

 

Clarice Rosa e Silva

Formada em jornalismo no Centro Universitário de Brasília (UniCeub) e repórter de entretenimento e gastronomia no Metrópoles.

Últimas notícias

Nikon libera videoaulas de fotografia grátis em abril

Ao todo, são 10 videoaulas, com duração de 15 minutos a uma hora, cobrindo diferentes temas da fotografia

1 minuto passados

Fotos: mansão de Beth Carvalho no Rio de Janeiro está abandonada

A casa, no bairro Joá, é avaliada em R$ 3,9 milhões: cantora morou no local por 23 anos

8 minutos passados

Carro em quarentena? Veja cuidados para veículo que ficará parado

Pneus, fluidos e até a limpeza do veículo podem se tornar problemas se ele não for ligado de tempos em…

20 minutos passados

TCDF suspende pregão de R$ 55,9 mi de alimentação para presos

Secretaria de Segurança Pública do DF tem 10 dias para corrigir os termos considerados como "impropriedades" pelo Tribunal de Contas

21 minutos passados

Covid-19: mulher reconhece corpo do marido por videochamada

Servidor público morreu uma semana depois de dar entrada em um hospital do ABC paulista com falta de ar, um…

21 minutos passados

Violência na quarentena: Damares anuncia aplicativo de denúncia

Ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos afirma que dispositivo estará disponível nas lojas on-line em dois dias

22 minutos passados