Mandingas para ter energia boa em casa: você também faz e nem sabe

Mania, ritual ou decoração, o importante é a sensação que as práticas trazem para o lar

Você pode achar que aquela mandala de vidro colorido na porta da casa do seu vizinho é coisa de hippie. Você pode ficar com preguiça daquele amigo que tem um altarzinho em casa com imagens de pelo menos cinco religiões diferentes. Ou torcer o nariz para cheiro de incenso. Mas casa com manias, mandingas e quaisquer outro ritual que adotamos ou criamos para manter a energia fluindo bem, é regra, seja você esotérico ou não. Duvida?

Plantas
Plantas dentro de casa estão na moda, e viraram quase um item obrigatório de decoração nessa segunda década do milênio. Mas não basta alegar que são bonitas ou que você ama a natureza, porque os efeitos dela podem ser sentidos diariamente, segundo especialistas.

Eles dizem que determinadas plantas têm capacidade de atrair energias positivas, eliminar a energia negativa e nos dar a sensação de bem-estar diariamente. Mais ou menos o que ela faz com o oxigênio, ela faz com as good vibes.

Se esse papo tá muito “podecrê”, fica com essa informação: em 1989, Bill Wolverton, do serviço ambiental da Nasa, comandou uma pesquisa sobre os efeitos das plantas em ambientes internos, concluindo que elas são capazes de filtrar poluentes como benzeno, xileno, amoníaco, tricloroetileno e formaleído, melhorando a qualidade de vida dos moradores.

Cama na parede contrária à porta
Eu percebo que, intuitivamente, as pessoas evitam posicionar a cama totalmente alinhada à porta. Em explicação lógica, podemos interpretar como uma forma de evitar correntes de ar ou mesmo o incômodo de dormir olhando diretamente pra porta.

O Feng Shui, técnica milenar chinesa para harmonizar sua casa, tem outra explicação: a cama não pode ficar de frente para a porta do quarto pois nesta posição recebe muita energia Chi dos outros cômodos da casa, roubando a qualidade do sono. Quem se arrisca?

Fazer a cama todo santo dia
Se você faz a cama todo dia e alega ser uma questão puramente ligada à organização, saiba que inconscientemente, seu corpo pode saber dos benefícios energéticos da prática. Em uma pesquisa com 68 mil pessoas, o site Hunch.com descobriu que 71% das pessoas que arrumavam suas camas religiosamente pela manhã se declararam felizes. Já 62% do grupo que não mantém esse hábito se considerava infeliz.

O Feng Shui respalda tal informação: o hábito ajuda a organizar a mente e torna nossos pensamentos mais claros e objetivos. Até nas prateleiras de autoajuda somos incentivados a fazer a cama.  No best-seller O Poder do Hábito, de Charles Duhigg, tá escrito que fazer a cama diariamente aumenta a produtividade e sensação de bem-estar.

Deixar os sapatos na entrada da casa
Tem casa que é regra: sapato sujo da rua fica na entrada de casa. Se você também tem essa mania e a justifica dizendo que não quer encher a casa de bactéria do asfalto, saiba que a prática tem explicação holística também.

Mais uma vez quem explica é o Feng Shui: de acordo com os orientais, além da sujeira, nosso sapato capta muita energia negativa das ruas. Mais do que bactérias, essa sujeira seria carregada de energias de baixa vibração, que cortam o bom astral da nossa casa.

Fotos pela casa
Ter porta retratos pela casa pode parecer uma solução meramente decorativa, mas a prática tem muito a ver com a energia que queremos trazer para a casa. Fotos de pessoas queridas, ou de momentos felizes, despertam essa emoção no ambiente e em quem está nele. Porém, minha dica pessoal de designer é, use porta-retrato com moderação. Pode até trazer sentimentos lindos, mas em excesso fica cansativo esteticamente.