*
 

O bloco Galinho de Brasília, que desfilou neste sábado (10/2) por quadras da Asa Sul, não fez todo mundo feliz: a festa acabou mal para um foragido da Justiça, preso por volta das 20h. O homem estava vigiando carros na 202 Sul, próximo de onde os foliões estavam, quando foi abordado por policiais militares.

Ele tentou despistar os profissionais para fugir da aproximação, mas não conseguiu. Quando verificaram a situação do suspeito, encontraram um mandado de prisão em aberto, por roubo, datado do ano passado, segundo a Polícia Militar do Distrito Federal. O homem, então, foi levado à 5ª Delegacia de Polícia (área central de Brasília).

Essa não foi a única ocorrência no Carnaval de rua brasiliense. O comandante-geral da Polícia Militar do DF, coronel Marcos Antônio Nunes, apreendeu um adolescente suspeito de roubar celulares no Galinho de Brasília. Foram encontrados dois celulares com o jovem – um deles era de um folião que procurou a ajuda de policiais no evento, segundo a corporação. 

Um dos mais tradicionais blocos da cidade, o Galinho de Brasília saiu do Setor de Autarquias Sul e, em seguida, visitou as quadras CLS 202/402, CLS 203/403, CLS 203/204, CLS 201/202 e o Eixinho L, antes de retornar ao ponto de partida. Por volta das 17h, 10 mil pessoas curtiam a festa. (Com informações da Polícia Militar do DF)

 

 

COMENTE

blocos de ruagalinho de brasíliacarnaval 2018
comunicar erro à redação

Leia mais: Carnaval