*
 

O domingo de Carnaval ficou marcado pelos blocos que tomaram conta do Eixo Monumental e arrastaram 70 mil foliões para a área central de Brasília. Mas o grande sucesso de público da Baratona e do Raparigueiros infelizmente não terminou bem.

Na hora da dispersão, foram registrados alguns casos de vandalismo e brigas, principalmente na Rodoviária do Plano Piloto. Os policiais militares precisaram usar spray de pimenta para controlar pessoas que tentavam forçar a entrada em ônibus, quebrando as portas dos coletivos.

Alguns passageiros que estavam dentro dos veículos também foram afetados pelo spray e tiveram dificuldades para respirar. Por volta das 22h30, algumas cenas de briga também assustaram os foliões.

Segurança 
Oitocentos policiais militares, 90 bombeiros e 18 auditores da Agência de Fiscalização do DF (Agefis), auxiliados por 40 trabalhadores do apoio operacional do órgão, trabalharam para assegurar a ordem na folia.

À Polícia Militar do DF, coube fiscalizar a segurança e coibir eventuais brigas entre foliões. O Corpo de Bombeiros Militar do DF monitorou o local para socorrer feridos e quem passasse mal. Já a Agefis estava lá para separar os ambulantes devidamente cadastrados dos vendedores irregulares. (Com informações da Agência Brasília)