*
 

Em Taguatinga, a banda do bloco Àse Dúdú iniciou a noite desta segunda-feira (12) colocando milhares de pessoas para dançar no Taguaparque.

A festa, iniciada por volta das 16 horas, teve ensaio de coreografia, brinquedos infláveis e brincadeiras com os foliões. Para as crianças, a programação incluiu concurso de fantasia e entrega de brindes.

Toni Luciano Ximenes, de 43 anos, juntou os vizinhos para um piquenique no bloco de rua. Com lugar privilegiado, ao lado do palco, no gramado, os amigos curtiram até a noite chegar. “É importante ter mais conforto”, disse. Ele também estava acompanhado do filho, de 4 meses de idade.

Também foi ao Taguaparque a servidora pública Juliana Vieira, de 39 anos, que mora no Recanto das Emas e, pela primeira vez, deixou o medo de lado para curtir a folia. “Eu achava que era perigoso, mas é tranquilo, tem muita criança, muita família”, contou, ao garantir que agora vai sair no carnaval todos os anos.

Tatiana Santana, de 44 anos, estava com familiares no evento. Ela também ficou satisfeita com o ambiente tranquilo da festa, que deve acabar de madrugada.

O bloco Àse Dúdú existe desde 1987 e nasceu como forma de difundir a cultura afro-brasileira.

O balanço do terceiro dia de carnaval no DF será divulgado no fim da noite desta segunda (12) pela Secretaria da Segurança Pública e da Paz Social e publicado na Agência Brasília.

 

 

COMENTE

comunicar erro à redação

Leia mais: Carnaval