Vídeo: mães flagram ação de gangue e exigem segurança em escola no MS

As mulheres dizem que o agente da Guarda Municipal foi retirado quando começou a pandemia. Elas temem brigas, tiros e facadas

atualizado 27/05/2022 9:46

Repórter Top

Mães de alunos da escola municipal João Evangelista Vieira de Almeida estão aflitas, em razão da ação de uma gangue na porta da unidade, no Santo Amaro, em Campo Grande (MS). Elas temem que os filhos sejam alvos de tiros, brigas e facadas e exigem que um guarda municipal vigie o prédio.

O primeiro relato vem de uma mulher de 43 anos, que tem dois filhos adolescentes na unidade de ensino. Ela diz que um dos estudantes se envolveu em uma briga com jovens que não são da escola.

Leia mais no portal Topmídia News, parceiro do Metrópoles.

Mais lidas
Últimas notícias