Vídeo: candidato a vereador humilha agente de trânsito ao ser multado

O próprio concorrente político gravou o vídeo em que chama o agente de "otário", "trouxa", "bunda mole" e outros xingamentos

atualizado 27/10/2020 10:59

Um agente de trânsito de 29 anos da Companhia de Engenharia de Tráfico (CET) foi humilhado por um candidato a vereador de Santos (SP), depois de multar o homem por utilizar o celular ao volante. O caso ocorreu no domingo (25/10) e rapidamente viralizou nas redes sociais.

Na filmagem, é possível ver que além das agressões verbais, o agente de trânsito é seguido pelo homem quando se afasta. O autor do vídeo e das ofensas é o candidato a vereador Luiz Wanderley Martins Júnior (DC).

O agente de trânsito não quis se identificar por conta da enorme repercussão. No dia da gravação, ele foi designado para trabalhar em frente ao Mercado do Peixe, para auxiliar no fluxo do trânsito na fila de entrada do local. As informações são do G1.

“O condutor estava segurando um celular e eu vi. E ele me viu também, tanto é que ficou gritando ‘Foi sem querer’, ‘Desculpa aí’, alguma coisa assim, e foi embora. Como minha função também é fiscalização, fiz a autuação do veículo e continuei no meu posto”, contou o agente.

Pouco tempo depois, esse mesmo motorista voltou ao local a pé e foi até o profissional. No começo, ele apenas questionou se havia sido multado. Porém, quando descobriu que houve a autuação, passou a ofender o rapaz.

“Ele se alterou, porque viu que não tinha como voltar atrás [da multa]. Ele disse que eu não sabia quem era ele e começou a me ameaçar. Sacou o celular e começou a gravar. Eu pensei: ‘Bem, ele vai me filmar, vai me xingar e eu vou continuar exercendo minha função’. Ele percebe que não estou prestando atenção e me provoca ainda mais”, relatou.

O agente tenta se afastar do candidato, mas é seguido. É possível ouvir as ofensas disparadas contra o funcionário da CET.

“Mais um bost* da CET aqui, só está dando multa para as pessoas que estão vindo aqui na avenida portuária, essa bost*. Tá aqui esse irregular, esse trouxa, fica com papel e caneta, não sabe trabalhar. A CET tem que dar apito na mão desses otários. […] Aí, esse otário que tem ali, um p*u no c*, esse otário que fica aqui, ao invés de trabalhar (sic)”, diz o candidato.

De acordo com o funcionário da CET, o que mais lhe preocupou foi justamente o que ocorreu por trás das câmeras. Ao terminar a filmagem, o homem ameaçou publicar o vídeo em redes sociais e que voltaria para bater no agente.

Candidato a vereador

Autor do vídeo e das ofensas

Ao registrar o boletim de ocorrência, o agente de trânsito informou a placa do veículo multado para a Polícia Civil, que procurou no sistema interno o proprietário do carro e confirmou que se tratava do candidato Luiz Wanderley Martins Junior.

Em contato com o G1, Luiz informou que não será mais candidato a vereador devido a conflitos internos com o partido. Ele confirmou ser o autor do vídeo, mas disse que não vai comentar sobre o ocorrido.

O setor jurídico da CET entregará ao 3º DP, que será responsável pela apuração do caso, cópia do vídeo com as agressões verbais proferidas pelo motorista contra o agente. Além disso, o agente conta com suporte de um advogado da empresa.

 

 

Mais lidas
Últimas notícias