Veja quem pode se vacinar nesta quinta (7/10) em SP, RJ, GO, MG e SC

Algumas capitais já vacinam a população idosa e os imunossuprimidos com a dose reforço, como recomendado pelo Ministério da Saúde

atualizado 07/10/2021 8:35

Vacinação na Cidade das Artes, na Barra da Tijuca. Idosos de 88 anos e antecipação da Pfizer para 50 anosAline Massuca / Metrópoles

As capitais seguem com a vacinação contra a Covid-19 nesta quinta-feira (7/10). São Paulo, por exemplo, continua a imunizar a população de 12 anos ou mais. Os profissionais da saúde com mais de 18 anos e idosos com mais de 60 anos que tenham tomado a segunda dose ou dose única há pelo menos seis meses estão aptos a receber a dose de reforço.

A D3 também será aplicada em pessoas com mais de 18 anos que tenham alto grau de imunossupressão. Para eles, no entanto, é preciso que a última dose tenha sido tomada há, pelo menos, 28 dias.

Quem pode receber a dose adicional do imunizante deve apresentar documento de identificação, comprovante de vacinação anticovid físico ou digital, além de comprovante de endereço do município se as doses anteriores não tiverem sido realizadas na capital.

No caso dos profissionais de saúde, é necessário apresentar comprovante de vínculo empregatício em serviço de saúde do município de São Paulo ou documento do conselho de classe. Também é possível levar comprovantes de profissão, certificado ou diploma. Veja os locais de vacinação.

Rio de Janeiro

A cidade do Rio de Janeiro aplica o imunizante em todas as pessoas com 12 anos ou mais. Na parte da manhã, será aplicada a dose de reforço para idosos com 74 anos ou mais; à tarde, a vez é da população com 73 anos ou mais.

Trabalhadores da saúde e profissionais da saúde com 60 anos ou mais, além de pessoas com alto grau de imunossupressão com 12 anos ou mais e pessoas com 60 anos ou mais que tomaram a segunda dose na cidade do Rio até 31 de março, também podem se vacinar.

Quem vai receber a vacina deve apresentar identificação original com foto, número do CPF e, se possível, a caderneta de vacinação. Para a segunda dose, é importante levar também o comprovante da primeira aplicação. Confira.

Santa Catarina

Florianópolis vacina somente pessoas que precisam das segundas doses e doses de reforço. A primeira dose será retomada assim que novos imunizantes forem recebidos.

“A segunda dose será aplicada em pessoas que estão em atraso ou já completaram o prazo de vacinação. As doses de reforço são destinadas a idosos de 60 anos ou mais que tomaram a segunda dose há 180 dias e pessoas com alto grau de imunossupressão que tomaram a segunda dose há 28 dias”, diz a prefeitura. Confira.

Minas Gerais

Belo Horizonte vai aplicar a dose se reforço em pessoas com 70 anos ou mais com alto grau de imunossupressão, cuja D2 tenha completado 28 dias. A dose de reforço será para a população de 75 anos ou mais que tenha completado seis meses ou que faltem até 15 dias para completar este prazo.

Para que os usuários possam tomar a dose adicional, é necessário levar o documento de identidade, CPF e comprovante de residência em Belo Horizonte, além de apresentar comprovação da condição de saúde. Confira os locais.

Goiás

Goiânia começa a vacinar os profissionais de saúde com a terceira dose nesta quinta-feira (7/10). A vacinação seguirá o cronograma de aplicação na primeira dose, iniciando por dois hospitais: Hospital e Maternidade Municipal Célia Câmara e Hospital de Doenças Tropicais (HDT). Os profissionais de Saúde também vão ter a opção de procurar o drive-thru do shopping Passeio das Águas, com distribuição total de 2 mil senhas. Para se vacinar, eles precisam comprovar que tomaram a segunda dose até o dia 31 de março e apresentar o comprovante da vacina e de profissão.

Adolescentes de 12 a 17 anos seguem sendo atendidos, por agendamento.

Os idosos acima de 65 anos que tomaram a segunda dose há mais de seis meses, ou seja, até o dia 7 de abril, e as pessoas imunossuprimidas que estejam com mais de 28 dias da segunda aplicação do imunizante podem procurar um dos 24 postos de atendimento, além do drive-thru do shopping Passeio das Águas. Todos por demanda espontânea.

A aplicação da segunda dose da vacina Coronavac em pessoas com data marcada para o dia 7 de outubro e em atraso continua em 50 salas de vacinação do município. Nesses mesmos locais, também continuam sendo vacinadas pessoas a partir de 18 anos de idade que ainda não tomaram a primeira dose.

A D2 da Coronavac também será fornecida em 16 pontos, juntamente com as vacinas AstraZeneca e Pfizer, para quem está com data marcada para o dia 7 de outubro ou em atraso. Não há necessidade de agendamento.

O Centro Municipal de Vacinação (CMV) se mantém como referência no atendimento de gestantes e puérperas (mulheres com até 45 dias após o parto), sem a necessidade de agendamento. Veja os locais.

Últimas notícias