Turista que caiu do 3º andar por sonambulismo passa por duas cirurgias

Fisioterapeuta estava de folga no Rio para descansar e teve uma crise. Família agora faz vaquinha para transferir jovem para Mato Grosso

atualizado 23/02/2021 11:55

Talyssa Oliveira Taques, de 27 anos, fisioterapeuta que caiu do 3 andar no RioReprodução Internet

Rio de Janeiro – A fisioterapeuta Talyssa Oliveira Taques, de 27 anos, que teve uma crise de sonambulismo e caiu do 3º andar de um hotel da zona sul do Rio de Janeiro, na madrugada desta segunda-feira (22/2), passou por duas cirurgias.

Segundo a família da jovem, Talyssa estava muito cansada, pois vinha de vários plantões no pronto-socorro de Cuiabá, onde vive, e no Hospital São Mateus, ambos específicos no combate à Covid-19.

Na primeira folga após vários plantões seguidos, a jovem resolveu passar o fim de semana com os pais e irmãos em Copacabana, zona sul do Rio de Janeiro. Na primeira noite, Talyssa adormeceu e, devido ao cansaço, ela caiu da janela do quarto onde se hospedava.

Por não ter vagas nos hospitais públicos, Talyssa ficou internada no Hospital Israelita Albert Sabin, em Copacabana. Mas, mesmo com plano de saúde, o convênio não cobriu todos os procedimentos aos quais a jovem foi submetida.

Uma vaquinha foi criada pela família para cobrir os gastos. Segundo os pais, ainda é preciso cerca de R$ 80 mil para a transferência da fisioterapeuta do Rio para Mato Grosso.

Colabore com a vaquinha de Talyssa aqui.

Últimas notícias