Todos precisarão se vacinar de novo contra a Covid em 2022, diz Doria

"Aqueles que foram imunizados em janeiro se vacinarão novamente em janeiro, sequencialmente", afirmou o governador nesta sexta-feira (9/7)

atualizado 09/07/2021 16:19

João DoriaRafaela Felicciano/Metrópoles

São Paulo – O governador de São Paulo, João Doria, disse nesta sexta-feira (9/7) que a população precisará se revacinar contra a Covid-19 em 2022. “A partir de janeiro do ano que vem, todos os brasileiros precisarão se vacinar novamente, pela ordem, evidentemente. Aqueles que foram vacinados em janeiro se vacinarão novamente em janeiro, sequencialmente”, afirmou.

Em Ribeirão Preto, onde acompanhou a triagem dos voluntários para o estudo clínico conduzido pelo Instituto Butantan com a vacina Butanvac, o governador fez questão de destacar que a primeira pessoa imunizada no país foi a enfermeira do Hospital das Clínicas Monica Calazans, que recebeu a Coronavac.

“Agora São Paulo continua acelerando. É o estado que mais vacina no Brasil”, continuou.

0

A triagem no Hemocentro é a primeira etapa da fase 1 do estudo. Nos próximos dias devem ser aplicadas as doses do imunizante ou de placebo nos voluntários. O estudo clínico foi autorizado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) na última quarta-feira (7/7).

Também estiveram presentes no evento o secretário da Saúde, Jean Gorinchteyn, e o diretor do Instituto Butantan, Dimas Covas. Os estudos são coordenados pelo médico da Faculdade de Medicina da USP de Ribeirão Preto, Rodrigo Calado.

Últimas notícias