Tenente-coronel é considerado culpado por assediar PMs

Tenente-coronel teria pressionado mulheres a terem relações sexuais à época em que chefiava o Comando Regional da PM

atualizado 17/11/2022 11:58

Reprodução

O tenente-coronel da Polícia Militar de Mato Grosso Joel Outo Matos foi considerado culpado pelo Conselho de Justificação por assédio sexual contra jovens policiais militares. Ele recebeu inicialmente pena de prisão de 15 dias.

Matos era investigado administrativamente por ter exigido vantagem indevida de jovens PMs, tendo pressionado as mulheres para a prática de relações sexuais à época em que chefiava o 10º Comando Regional de Vila Rica (MT).

Segundo o Conselho de Justificação, Matos teve conduta irregular e praticou ato que afeta a honra pessoal ou o decoro da classe.

Saiba mais no portal RD News, parceiro do Metrópoles.

Mais lidas
Últimas notícias