*
 

Um crime brutal chocou o município de Ibitinga, em São Paulo. Uma menina de 8 anos foi encontrada desacordada, sangrando e despida em uma casa em construção na tarde do último domingo (4/3). Giovana Maria de Oliveira estaria brincando na casa de uma amiga, mas teria desaparecido sem deixar rastros.

Giovana foi achada com sinais de espancamento e estupro pelo pai de sua amiga, além de estar com as calças abaixadas, segundo a polícia. A vítima foi levada para a Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) da Gota de Leite de Araraquara, onde ficou internada e morreu na madrugada de segunda-feira (5) em consequência dos ferimentos.

A criança foi sepultada na terça-feira (6/3) e a prefeitura decretou luto oficial de três dias na cidade. Os familiares de Giovana protestaram em frente à delegacia, pedindo justiça. As investigações ainda estão sendo feitas, mas um homem já foi preso, suspeito de ser o autor do crime. Ele é pai da amiguinha da vítima.

Na delegacia, após ter informado à mãe de Giovana a tragédia, o pintor, de 40 anos, apresentou versões diferentes dos fatos e foi preso temporariamente. Contudo, por falta de provas, foi liberado. Na tarde de terça-feira (6), entretanto, a Justiça determinou a prisão preventiva do pintor, suspeito de cometer homicídio e estupro. Ele está detido na Penitenciária de Serra Azul.