SP tem paciente com variante brasileira sem passagem pelo Amazonas

Até a noite deste sábado, todos os pacientes identificados com a variante brasileira em São Paulo haviam estado no Amazonas

São Paulo – A Coordenadoria de Vigilância em Saúde (COVISA), da Secretaria Municipal da Saúde de São Paulo, confirmou neste sábado (13/2) um caso de paciente infectado pela variante brasileira do coronavírus, a P.1, que não esteve no Amazonas.

Até então, todos os pacientes infectados com o coronavírus P.1 eram do Amazonas ou haviam passado pelo estado. Atualmente há sete casos deste tipo, com uma morte.

De acordo com o governo municipal, o paciente identificado apresentou sintomas leves de Covid-19 e não precisou ser internado.

A Secretaria Municipal da Saúde destacou a propriedade da variante de maior transmissibilidade e recomenda a busca imediata da rede pública de saúde em caso de qualquer sintoma da doença.

Leitos reservados

Na capital, os pacientes identificados com a variante P.1 e que precisam de internação estão sendo levados uma área exclusiva com dez leitos de tratamento intensivo no Hospital Municipal Dr. José Soares Hungria, em Pirituba, na zona norte da capital.

1/11
No Hospital e Pronto-Socorro (HPS) 28 de Agosto, na zona centro-sul de Manaus, amigos e familiares aguardam a liberação dos corpos das vítimas de Covid-19
Município enfrenta colapso na rede de saúde
Chegada de oxigênio ao hospital
Corpos em câmaras frias
Em janeiro de 2021, o consumo diário de oxigênio chegou a 76,5 mil metros cúbicos, afirma o governo. A produção da empresa é de apenas 28,2 mil metros cúbicos por dia
Estado tem mais de 5,8 mil mortos por Covid-19
Em meio ao colapso do sistema de saúde causado pela Covid-19 em Manaus (AM), famílias se organizam para comprar oxigênio de forma particular
Na manhã de sexta (15/1), o autônomo Adenauer Seixas, de 36 anos, chegou ao Hospital 28 de Agosto, na zona central de Manaus, com um cilindro de oxigênio de 5 litros