SP prevê queda nas mortes a partir da segunda quinzena de abril

Centro de Contingência ressalta que taxa de novas internações está em desaceleração

São Paulo – O governo de São Paulo trabalha com a previsão de que o número elevado de mortes por Covid-19 passe a cair a partir da segunda quinzena de abril.

De acordo com o coordenador-executivo do Centro de Contingência do Coronavírus do estado, João Gabbardo, isso se os dados seguirem o comportamento atual.

“Essa previsão que estamos fazendo é com base nos números do momento. Esperamos que não tenha novidades como essa variante sul-africana que possa piorar a pandemia”, disse, em entrevista coletiva de imprensa do governo paulista.

Segundo ele, a expectativa é que a partir do dia 6 de abril, quando completa um mês do endurecimento das medidas de isolamento, o crescimento da taxa de novas internações seja negativo.

O indicador das internações em UTI, de acordo com Gabbardo, que era de 3,9% em 19 de março está em 0,7%.

1/10
Receba notícias do Metrópoles no seu Telegram e fique por dentro de tudo! Basta acessar o canal: https://t.me/metropolesurgente.
Receba notícias do Metrópoles no seu Telegram e fique por dentro de tudo! Basta acessar o canal: https://t.me/metropolesurgente.
Receba notícias do Metrópoles no seu Telegram e fique por dentro de tudo! Basta acessar o canal: https://t.me/metropolesurgente.
Receba notícias do Metrópoles no seu Telegram e fique por dentro de tudo! Basta acessar o canal: https://t.me/metropolesurgente.
Receba notícias do Metrópoles no seu Telegram e fique por dentro de tudo! Basta acessar o canal: https://t.me/metropolesurgente.
Receba notícias do Metrópoles no seu Telegram e fique por dentro de tudo! Basta acessar o canal: https://t.me/metropolesurgente.
Receba notícias do Metrópoles no seu Telegram e fique por dentro de tudo! Basta acessar o canal: https://t.me/metropolesurgente.
Receba notícias do Metrópoles no seu Telegram e fique por dentro de tudo! Basta acessar o canal: https://t.me/metropolesurgente.
Receba notícias do Metrópoles no seu Telegram e fique por dentro de tudo! Basta acessar o canal: https://t.me/metropolesurgente.
Receba notícias do Metrópoles no seu Telegram e fique por dentro de tudo! Basta acessar o canal: https://t.me/metropolesurgente.
Cenário dramático

São Paulo vive o pior mês da pandemia, com recordes seguidos de mortes e internações, além de sobrecarga no trabalho nos cemitérios.

Na segunda-feira (29/3), o estado alcançou a marca mais alta de mortes em 24 horas, com 1.209 vidas perdidas. Antes, o maior número foi registrado na última sexta-feira (27), com 1.193 óbitos.

A média móvel de mortes por Covid-19 também bateu recorde na segunda: 669 óbitos. O índice anterior era de 377.

O estado inteiro está na fase mais restritiva do isolamento social, em que apenas serviços essenciais estão em funcionamento e há toque de recolher de 20h às 5h.