Servidores das áreas da Justiça e Segurança poderão estudar na Espanha

Ideia do MJSP é que profissionais federais das duas áreas cursem mestrado ou doutorado presenciais na Universidade de Salamanca

atualizado 29/10/2020 19:27

BibliotecaUSAL/Reprodução

O Ministério da Justiça e Segurança Pública anunciou que firmará nesta sexta-feira (29/10) um convênio com a Universidade de Salamanca, na Espanha.

A ideia é que profissionais da área possam fazer cursos de mestrado e doutorado, na modalidade presencial, na instituição de ensino espanhola. Não há um número limitado de participantes, e o acordo terá vigência de quatro anos, podendo ser prorrogado.

Segundo a pasta, entre os cursos ofertados estão graduações nas áreas de combate à corrupção, políticas de integridade, políticas públicas e governança global.

A expectativa do ministério é de que o processo seletivo de admissão dos profissionais ocorra já em dezembro. O início das aulas está previsto para setembro de 2021.

Segundo a pasta, os profissionais aprovados poderão se afastar de suas atividades laborais para participarem dos cursos ofertados pela instituição espanhola, com ônus limitado, desde que cumpridos os requisitos legais.

“O objetivo é consolidar vínculos de cooperação e ações específicas por meio do intercâmbio de conhecimentos técnicos e acadêmicos em prol do aprimoramento institucional no âmbito da Justiça e Segurança Pública”, defendeu o ministério.

0

 

Últimas notícias