Secretário-adjunto da Casa Civil de MT é preso em flagrante com R$ 20 mil

Secretário foi preso por suspeita de corrupção passiva. Segundo investigadores, dinheiro veio de suposta propina

atualizado 25/09/2020 10:55

O secretário-adjunto de Administração Sistêmica da Casa Civil do Governo de Mato Grosso, Wanderson de Jesus Nogueira, foi preso em flagrante na noite dessa quinta-feira (24/9), por suspeita de corrupção passiva.

Após receber denúncias sobre possível crime de corrupção de agente público estadual, o Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (Gaeco) realizou diligências de monitoramento e prendeu o secretário em flagrante delito.

No momento da prisão, o servidor público estava com R$ 20 mil. Há indícios de que o dinheiro tenha sido repassado por representante de empresa que supostamente foi favorecida em processo licitatório

Leia mais em O Livre, parceiro do Metrópoles.

Últimas notícias