Saúde de GO recomenda passaporte vacinal em festas e locais públicos

Secretaria de Saúde considera o surgimento da variante Ômicron preocupante e recomenda comprovação da vacina completa contra Covid-19

Goiânia – A Secretaria de Saúde de Goiás (SES-GO) recomendou a comprovação vacinal completa contra a Covid-19, ou seja, o passaporte da vacina, para participação em festas e locais públicos. Por meio de nota técnica, a pasta afirmou que a medida precisa ser tomada para proteger a população da variante Ômicron, uma preocupação após casos confirmados no Brasil.

“Recomendamos que seja apresentada a comprovação vacinal completa, para participação/entrada em: estádios, ginásios esportivos, vilas olímpicas, teatros, cinemas, salas de concerto, circos, casas de espetáculos, salões de festas, locais de visitação turística, museus, galerias e exposições de arte, parques de diversões, zoológicos, parques temáticos, parques aquáticos, feiras comerciais, conferências, convenções e eventos corporativos.”, diz o texto.

1/9
A Secretaria de Saúde diz que o ideal para liberar uso de máscaras é que pelo menos 70% da população esteja vacinada
Vacinação em Goiás contra a Covid-19
Vacinação em Goiás contra a Covid-19
Campanha de imunização contra Covid em Goiás
Divulgação/SMS Receba notícias do Metrópoles no seu Telegram e fique por dentro de tudo! Basta acessar o canal: https://t.me/metropolesurgente.
Testagem da Covid feita em Goiânia
Hugo Barreto/Metrópoles Receba notícias do Metrópoles no seu Telegram e fique por dentro de tudo! Basta acessar o canal: https://t.me/metropolesurgente.
Festa foi cancelada em 2021 e prefeitura já decidiu sobre 2022
Caldas Novas é a principal cidade turísticas de Goiás e terá um festival sertanejo durante o carnaval

O documento foi publicado na sexta-feira (3/12) e considera o surgimento da variante Ômicron, entre outras coisas, para também sugerir que as festividades e comemorações de final de ano sejam realizadas apenas em locais onde seja possível controle de público, além de amplos, com ventilação natural.

A Secretaria de Saúde recomenda também que as organizações de eventos realizem “controle de entrada, permitindo a entrada apenas de pessoas completamente vacinadas”.

“Pessoas que sejam contato de casos confirmados de Covid-19, ou que tenham exame positivo ou que apresentem sintomas como febre, tosse, coriza, dor de cabeça, dor no corpo, fraqueza, diarreia e outros, não devem participar das festividades de final de ano, devendo permanecer isolado em casa, não colocando em risco a saúde de outras pessoas”, consta no texto.

Protocolos mantidos

Apesar da solicitação do passaporte da vacina, a SES-GO reforça os protocolos sanitários, como o uso de máscaras e utilização do álcool gel para higienização das mãos, permanece mantido. Os locais seguem sujeitos à fiscalização dos órgãos competentes.

Ainda de acordo com a pasta, as sugestões em relação ao carnaval só ocorrerão na segunda quinzena de janeiro, com base em análise do cenário epidemiológico do momento.