*
 

Mais de 775 mil indígenas de todo país serão beneficiados com a entrega de 84 veículos para a saúde indígena. Serão 34 pick-ups, enviadas aos 34 Distritos Sanitários Especiais de Saúde Indígena (DSEI). Além disso, serão distribuídas 50 vans para as Casas de Saúde Indígena (CASAI). Ao todo, foram investidos R$ 3,7 milhões para aquisição dos veículos. No mês passado, o Metrópoles apurou que uma ONG voltada à saúde dos indígenas recebeu cerca de R$ 2 bilhões do governo.

“É muito importante a estruturação da saúde indígena. Isso é recurso de economia de gestão que fizemos”, disse. Segundo ele, foram investidos R$ 3,7 milhões para a aquisição das pick-ups.

A previsão é que, na próxima semana, a pasta entregue 50 vans para o transporte da população indígena a centros de atendimento de média e alta complexidade. “Eles fizeram essa demanda há muito tempo e evidentemente agora, com recurso de economia, pudemos atender”, explicou o ministro.

O secretário Especial de Saúde Indígena, Marco Antônio Toccolini, confirmou que a demanda é antiga. “Há muitos anos, se pede que entreguem veículos específicos para engenheiros e técnicos que controlam a qualidade das águas nas aldeias. E isso só foi possível porque, este ano, tivemos remanejamento de recursos que foram economizados de obras que não puderam ser realizadas em 2017”.

Para o cacique Erivelton Apurinã, da aldeia de Médio Rio Purus, no Amazonas, os veículos – inclusive as vans – devem contribuir para a difícil logística de transporte na região. “Vai facilitar muito. Lá não tem linha de ônibus todos os dias pra Porto Velho. Nosso meio de transporte é sempre caminhonete. São carros que têm maior resistência na estrada de lama. Ideal pra que a gente possa fazer essa remoção”.