Coronavírus: Witzel prorrogará quarentena no RJ por 15 dias

Governador ignora campanha do governo federal por volta à normalidade e diz: “Falar para as pessoas irem para a rua hoje é criminoso”

O governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (PSC), anunciou que vai decretar na próxima segunda-feira (30/03) mais 15 dias de medidas de isolamento social no estado, frustrando os esforços do governo federal para levar os brasileiros de volta a um clima de relativa normalidade em meio à pandemia de coronavírus.

“Falar para as pessoas irem para a rua hoje é criminoso. Estamos preocupados, porque se não mantivermos as restrições que o mundo inteiro adotou nós teremos graves problemas para salvar a sua vida. Precisamos que você fique em casa, precisamos que você mantenha o isolamento social”, disse o governador na redes sociais na noite desta sexta-feira (27/03).

O Rio de Janeiro experimenta uma quarentena com comércios e escolas fechados desde o último dia 17 de março, como medida para frear a propagação do coronavírus no estado, que investiga 25 mortes que podem estar relacionadas à Covid-19 e registra 10 óbitos confirmados de pacientes da doença.

Apesar do decreto prever mais 15 dias de isolamento, Witzel disse que poderá rever medidas a partir de 4 de abril, com o auxílio do secretário de Saúde, Edmar Santos.