Saúde antecipa chegada de 1,8 milhão de doses pediátricas da Pfizer

Dois lotes com imunizantes para crianças com idades de 5 a 11 anos já chegaram ao país desde a semana passada

atualizado 17/01/2022 19:59

Queiroga vacina criançasSam Pancher/Metrópoles

O secretário-executivo do Ministério da Saúde, Rodrigo Cruz, anunciou a antecipação da chegada de novo lote de vacinas pediátricas da Pfizer no país. Antes previstas para o dia 27 de janeiro, agora 1,8 milhão de doses vão chegar até o dia 24.

A antecipação garante mais celeridade para imunizar crianças de 5 a 11 anos em todo o país. Duas remessas já chegaram ao Brasil, com 1,2 milhão de doses cada, na última quinta-feira (13/1) e nesse domingo (16/1).

Segundo previsão do ministério, ainda em janeiro o país receberá 4,3 milhões de doses; em fevereiro, outras 7,2 milhões. Por fim, em março, será entregue o maior volume: 8,4 milhões.

Já foram encomendadas 30 milhões de doses pediátricas da Pfizer pela pasta. Cerca de 10 milhões ainda não têm data de entrega definida.

Problemas de logística

A empresa contratada pelo Ministério da Saúde para transportar as vacinas contra a Covid-19 para o público infantil atrasou a entrega dos imunizantes em alguns estados. Ao Metrópoles, pelo menos cinco unidades federativas já confirmaram demora de, no mínimo, 18 horas. A campanha para proteger as crianças entre 5 e 11 anos começou na sexta-feira (14/1).

Recentemente, a pasta trocou a companhia responsável pelo deslocamento dos imunizantes entre os aeroportos e os depósitos estaduais. Agora, as entregas são realizadas pela Intermodal Brasil Logística (IBL).
Metrópoles apurou que o Tribunal de Contas da União (TCU) abriu uma investigação para apurar o contrato da IBL com a pasta, que foi feito sem licitação.

Mais lidas
Últimas notícias