São Paulo decreta luto de três dias por morte de Gugu Liberato

O velório será na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (Alesp)

O corpo de Gugu Liberato — morto na sexta-feira (22/11/2019), após acidente doméstico — deve chegar ao Brasil até a próxima quinta-feira (28/11/2019), de acordo com informações da assessoria de imprensa do apresentador. O velório será na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (Alesp), mas a data ainda não foi confirmada. O governador de São Paulo, João Doria, decretou luto oficial de 3 dias em todo o estado.

A ideia da família, segundo a assessoria, é abrir o velório ao público, que tanto apoiou Gugu durante sua carreira na TV. O sepultamento ocorrerá no jazigo da família no Cemitério Gethsêmani, em São Paulo.

A demora no traslado do corpo se deve ao fato de que Gugu expressou o desejo de ser doador de órgãos. O corpo só poderá ser transportado após os procedimentos — o ato deve beneficiar até 50 pessoas, de acordo com informações da equipe médica.

Gugu Liberato, uma das mais importantes figuras da televisão brasileira, morreu aos 60 anos, após sofrer acidente doméstico. O apresentador caiu de uma altura de quatro metros ao tentar consertar um aparelho de ar-condicionado, na residência de Orlando, nos Estados Unidos.

Encaminhado a um hospital da cidade, ficou em observação por 48 horas. A morte cerebral foi confirmada pelo médico Guilherme Lepski, neurocirurgião brasileiro chamado pela família para ir aos EUA.